POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PAICV realiza reunião ordinária do Conselho Nacional focada no resgate do País e na inauguração de uma nova forma de fazer política 19 Dezembro 2020

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) tem agendado, para este domingo, 20, uma Reunião Ordinária do Conselho Nacional, na Assembleia Nacional, Cidade da Praia, com foco no resgate do País e na inauguração de uma nova forma de fazer política.

PAICV realiza reunião ordinária do Conselho Nacional focada no resgate do País e na inauguração de uma nova forma de fazer política

De acordo com uma nota remetida à redação do asemanaonline, o Encontro terá como ponto alto a “Análise da Situação Política Nacional e preparação para as eleições Legislativas de 2021, com a aprovação de competentes deliberações orientadoras”.

Esta reunião, segundo o Partido, acontece na sequência dos “expressivos resultados” conseguidos pelo PAICV nas recentes eleições autárquicas, com a conquista da Câmara mais emblemática do País (Câmara Municipal da Praia), sendo que, no primeiro trimestre do próximo ano, deverão acontecer as eleições legislativas.

No tocante à situação Política Nacional,l os conselheiros irão se debruçar sobre a situação de fragilidade económica de Cabo Verde, com o aumento de dívida pública em 83 milhões de contos, totalizando 284 milhões de contos (cerca de 150% do PIB), sem que sejam conhecidos investimentos estruturantes em “setores fundamentais”, designadamente a Saúde, a Educação, a Agricultura e as pescas, para o reforço da coesão social.

Aliás, para o maior partido da oposição, nos domínios da Saúde e Educação o Orçamento do Estado (OE) para 2021, o sétimo e último da Legislatura, revela retrocessos relativamente ao Orçamento anterior em menos de 21% e seis por cento, respetivamente.

“Perante este cenário desastroso, evidenciado também por demais falhanços nos domínios da geração de empregos dignos (quarenta e cinco mil, no horizonte da Legislatura); diminuição da carga fiscal para as empresas e o aumento do rendimento das famílias, um Governo despesista e que não define prioridades, pois prevê, no OE para 2021, 640 mil contos para deslocações e estadias, 140 mil contos para publicidade e propaganda e 1.4 milhões de contos para assistência técnica, a necessidade de resgatar o País e governar melhor consubstancia-se em prioridade máxima”, aponta no documento.

Sendo assim, o PAICV, enquanto “Partido histórico e responsável, profundamente comprometido com o desenvolvimento de Cabo Verde”, ambiciona colocar as famílias cabo-verdianas no centro das suas preocupações, assumindo assim, na íntegra, este desiderato”.

De referir que, da Agenda de trabalhos do Conselho Nacional fazem parte ainda a “Apresentação, discussão e aprovação das Contas de 2019” e a “Apresentação, discussão e aprovação da Proposta de Plano de Atividades e Orçamento para 2021”.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project