ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PR de Angola inicia visita a Cabo Verde com cedência de Boeing à TACV 14 Mar�o 2022

O Presidente angolano, João Lourenço, inicia hoje o programa oficial da visita a Cabo Verde reunindo-se com o homólogo cabo-verdiano e assistindo à assinatura de acordos de proteção de investimentos e de cedência de um Boeing.

PR de Angola inicia visita a Cabo Verde com cedência de Boeing à TACV

O chefe de Estado de Angola chegou no domingo a Cabo Verde, iniciando-se esta manhã o programa oficial da visita de Estado na Praia, com a receção no Palácio Presidencial pelo Presidente cabo-verdiano, José Maria Neves, que em janeiro último realizou a sua primeira visita ao exterior, após ter sido empossado no cargo em novembro, precisamente a Luanda.

Ao final da manhã, João Lourenço desloca-se ao Palácio do Governo para assistir, juntamente com o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, à assinatura dos documentos finais da VIII Comissão Mista de Cooperação Cabo Verde — Angola, que se voltou a reunir no sábado, na Praia, ao fim de 14 anos.

Um desses documentos é o acordo envolvendo a transportadora aérea angolana TAAG, que vai fornecer um Boeing 737-700 em regime de ‘leasing’ à homóloga cabo-verdiana TACV.

“É um primeiro passo que estamos a dar com a TACV, não excluímos a integração de outros países, mesmo no contexto regional ou até no contexto dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa [PALOP], mas começa aqui uma nova etapa da nossa relação bilateral e com outro nível de efetividade”, anunciou no sábado o ministro dos Transportes angolano, Ricardo Abreu, após a realização da reunião da comissão mista.

Acrescentou que a companhia aérea estatal TAAG vai ceder, em regime de ‘leasing’, um dos seus Boeing 737-700 de “nova geração” para permitir à TACV retomar as suas rotas — apenas opera voos internacionais –, após o impacto da pandemia de covid-19, com as duas companhias a implementarem um “casamento” que prevê envolver também a exploração dos ‘hubs’ aéreos do Sal (Cabo Verde) e de Luanda.

De acordo com informação da TAAG, a companhia angolana opera vários Boeing 737 com capacidade para 120 passageiros, essencialmente nas rotas domésticas, que está a substituir por seis Dash 8-400 turbo hélice.

Segundo Ricardo Abreu, além deste entendimento entre as duas companhias aéreas estatais, a assinar durante esta visita do Presidente angolano, serão ainda fechados acordos, na área dos transportes, de serviços aéreos “atualizados”, sobre o mercado único em África, o primeiro que Angola assina “nestes termos”, e um memorando de entendimento entre os dois ministérios, para troca de experiências e formação, bem como um outro entre as autoridades de aviação civil dos dois países.

De acordo com a informação prestada no sábado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional de Cabo Verde, Rui Figueiredo Soares, os dois governos assinam hoje, entre outros documentos, e na presença do Presidente da República de Angola, João Lourenço, e do primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, um acordo de promoção e proteção recíproca de investimentos.

“É muito importante porque vamos criar condições para que esta cooperação se torne efetiva, os nossos empresários possam efetivamente trocar experiências, a tal cooperação sul-sul”, disse o ministro cabo-verdiano, confirmando a vontade de “tornar efetivos” os restantes acordos entre os dois países e assim os “tornar palpáveis”.

A Presidência cabo-verdiana anunciou em comunicado que a visita de 13 a 16 de março de João Lourenço a Cabo Verde ocorre em retribuição à que José Maria Neves efetuou a Angola, em janeiro.

Durante a sua estada na capital do país, o chefe de Estado angolano vai ainda fazer uma intervenção numa sessão especial na Assembleia Nacional, durante a tarde de hoje.

Depois da Praia, o Presidente angolano vai viajar na terça-feira para o Mindelo, na ilha de São Vicente, onde vai visitar pontos de interesse económico, como a empresa de conservação de pescado Frescomar e a Estação de Produção de Água dessalinizada, além de receber as chaves da cidade.

A partida de Cabo Verde, a partir da ilha de São Vicente, está prevista para quarta-feira. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project