ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PR dirige mensagem aos trabalhadores: JMN realça precaridade laboral e relevância da luta dos sindicatos 01 Maio 2023

Na sua mensagem que assinala hoje o dia Internacional dos Trabalhadores, o Presidente da República anuncia compreender o atual estado de espírito dos trabalhadores de Cabo Verde e o facto de terem escolhido esta data magna para realizarem manifestações em várias ilhas e expressarem sentimentos de preocupação, tendo em conta a situação presente e as perspetivas para o futuro. José Maria Neves alerta que, nesta data emblemática para a classe trabalhadora, e quando a precaridade laboral ganha terreno, o papel dos sindicatos adquire uma relevância particular.

PR dirige mensagem aos trabalhadores: JMN realça precaridade laboral e relevância da luta dos sindicatos

«A persistente inflação vem degradando, de forma continuada, o poder de compra dos trabalhadores, sendo que, em muitos casos, o salário já não cobre as necessidades básicas, servindo apenas para sobreviver. O cenário é, também, de acentuado desemprego e de precarização dos empregos, com muitos trabalhadores a sentirem-se desamparados, com as suas famílias a passarem por muitas dificuldades», contextualiza o mais alto magistrado da Nação.

Para José Maria Neves, este conjunto de circunstâncias adversas tem penalizado os cabo-verdianos e, principalmente, as mulheres chefes de família, que são as mais pobres de entre os pobres de um país empobrecido.

Diante tudo isso, defende que o futuro da nossa economia demanda que sejamos mais assertivos, mais metódicos e mais organizados, de forma a eliminarmos as disfunções do presente. «Por exemplo, a deficiente conetividade entre as ilhas tem constituído em um fator inibidor do desenvolvimento do arquipélago. É um quadro que reduz drasticamente a atividade económica, cerceando as potencialidades de negócios, enfraquecendo a dinâmica de comércio, com todos os efeitos negativos daí advenientes».

Segundo o PR, os trabalhadores cabo-verdianos já deram bastas provas da sua capacidade de resiliência e de superação. Considera que, ultimamente, já consentiram muitos sacrifícios e perdas e anseiam pela recuperação dos seus rendimentos e do poder de compra, para benefício das suas famílias, o que só acontecerá na sequência de um impulso mais forte na economia, revitalizando-a.

«Face à presente conjuntura, os trabalhadores devem reconhecer a necessidade de um djunta mon na defesa das conquistas e dos direitos, com vista à superação deste momento mais difícil, da defesa de uma vida mais digna», lê-se na mensagem do PR por ocasião do 1º de Maio.

Desempenho dos trabalhadores e papel dos sindicatos

JMN fez questão de realçar que é de reconhecer que Cabo Verde chegou a este estádio de desenvolvimento, graças ao fruto do trabalho abnegado de sucessivas gerações de cabo-verdianas e de cabo-verdianos, nas mais diversas áreas. «Nesta data emblemática para a classe trabalhadora, e quando a precaridade laboral ganha terreno, o papel dos sindicatos adquire uma relevância particular. Quanto mais unidos estiverem os trabalhadores, inscritos em sindicatos, e quanto mais fortes forem esses sindicatos, tanto melhor os interesses dos trabalhadores serão defendidos», aconselha.

A pensar nisso, alerta que cumpre à classe trabalhadora ter a plena consciência desse facto, e aos sindicatos o pragmatismo para evitarem atritos e falsas divergências, concentrando-se na defesa dos direitos dos trabalhadores.

«Apesar de o retrato da realidade não corresponder ao que seria desejável para uma grande franja dos trabalhadores, estes devem ter consciência da sua força e das vantagens da sua união, mantendo sempre a esperança de que serão implementadas políticas mais afirmativas, e que melhores dias virão», deseja o Chefe de Estado, formulando votos de um futuro de sucessos e de prosperidade para todos os trabalhadores cabo-verdianos e que o festejo de 1 de Maio decorra num clima de alegria e civismo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project