ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Parlamento: Governo aponta investimentos na requalificação de habitações em milhões de contos 10 Junho 2020

O Governo destacou hoje investimentos em milhões de contos na requalificação de habitações no País, estratégia para melhorar o sector e propiciar melhores condições habitacionais às pessoas.

Parlamento: Governo aponta investimentos na requalificação de habitações em milhões de contos

A posição foi defendida pela ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, durante a sua intervenção na sessão parlamentar, no período de interpelação ao Governo pelos deputados.

Segundo a ministra, o perfil do sector da habitação promovido pelo Ministério das Infraestrutura, Ordenamento do Território e Habitação estima que Cabo Verde precisará de 26 mil novas casas, até 2030, o que implicará a obtenção de cerca de 2030 novas unidades por ano, ou seja cerca de 11 mil agregados familiares precisam de uma casa, o que corresponde a 8,7 por cento (%) do total dos agregados cabo-verdianos.

Para a governante, o Executivo, ao mesmo tempo que privilegiava os estudos e planeamento, foi trabalhando com os municípios, no sentido de satisfazer “essa legítima aspiração” do cidadão nacional.

“Privilegiamos desde a primeira hora o acesso à habitação condigna dos cabo-verdianos, como sector de intervenção prioritários dos poderes central e local”, ressaltou.

Eunice Silva disse que o aparecimento constante de construções clandestinas, sem as condições mínimas de habitabilidade nas áreas urbanas, são prova disto.

Isso, porque, explicou, paralelamente à “dinâmica turística” que as ilhas do Sal e da Boa Vista ganharam nos últimos anos, “não houve a preocupação” de acautelar a questão de alojamento para acolher a vaga de trabalhadores que migraram para estas ilhas, à procura de trabalho, o que “desembocou” em bairros com escassas condições de habitabilidade.

No entanto, indicou, confrontado com a situação, o Governo “equacionou rapidamente” a melhor forma de resolver tal situação, implementado um programa de eliminação das barracas e realojamento das famílias, que está em execução.

“No bairro da Boa Esperança, temos em construção 257 novas habitações e já iniciamos o processo de realojamento das famílias, igualmente na ilha do Sal, onde o Governo está a investir cerca de um milhão e trezentos mil contos.

Conforme destacou, o Governo criou o Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRRA), num valor total de 11 milhões de contos, que de 2017 até 2021 prevê reabilitar seis mil casas de famílias, com tecto a cair e sem casa de banho, de modo a “eliminar o risco” de ruína e “equipá-las” com “condições dignas”.

Por outro lado, frisou, através dos contratos programa com todas as câmaras municipais já foram reabilitadas ou em processo de reabilitação cerca de quatro mil casas, e ainda, no âmbito do PRRA, está a requalificação dos bairros, que inclue saneamento, acessibilidades e espaços públicos, entre outros.

A responsável pela pasta do Território e Habitação fez referência ainda a São Vicente, onde o Governo tem em construção um condomínio com três empreendimentos, destinado às famílias com carência de habitação condigna no bairro de Portelinha, além da execução em outros bairros.

Contudo, assumiu que o Governo trabalha para melhorar a habitação no arquipélago, exprimindo que a problemática deve ser debatida com “responsabilidade e seriedade”. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project