POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Parlamento: “Governo de Cabo Verde e o seu primeiro-ministro não abandonaram o povo de Cabo Verde” – João Gomes 07 Abril 2022

O líder parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD – poder), João Gomes, afirmou hoje, no parlamento, que o Governo e o seu primeiro-ministro não abandonaram o povo de Cabo Verde apesar de ter a governação mais difícil.

Parlamento: “Governo de Cabo Verde e o seu primeiro-ministro não abandonaram o povo de Cabo Verde” – João Gomes

João Gomes, que reagia à declaração política apresentada pela bancada do PAICV, afirmou que esta é a governação “mais difícil” da história de Cabo Verde e justificou, apresentando as dificuldades enfrentadas pelo executivo liderado por Ulisses Correia e Silva que, conforme disse, teve de enfrentar três anos de seca severa, a pandemia da covid-19 e, agora, os efeitos da guerra provocada pela invasão da Rússia à Ucrânia.

“Ulisses Correia e Silva e os seus Governos enfrentaram secas severas, só comparáveis às que deram origem à fome de 47”, disse João Gomes, afirmando que o próprio grupo parlamentar do PAICV “já assumiu várias vezes que este é o pior período” da história de Cabo Verde, “seja a nível económico seja a nível social”.

Aquele parlamentar disse que, em 2021, o PAICV exigiu que o Governo tomasse medidas por causa do aumento dos combustíveis, o Governo tomou medidas, nomeadamente, com a redução do IVA para a electricidade de 15 para 08 por cento (%), majoração às empresas com 30% dos custos com água e electricidade e com o aumento da tarifa social de água e electricidade de 30 para 50%.

“Essas medidas incomodaram o PAICV de tal forma que as considerou eleitoralistas”, disse João Gomes. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project