POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Parlamento: Paulo Veiga apela à reflexão sobre como agir na casa parlamentar 13 Outubro 2022

O líder parlamentar do Movimento para Democracia (MpD-poder) apelou hoje aos deputados, no Parlamento, que reflictam sobre como agir na casa parlamentar, no exercício do mandato que lhes foi conferido, a bem de Cabo Verde.

Parlamento: Paulo Veiga apela à reflexão sobre como agir na casa parlamentar

Numa declaração política, Paulo Veiga referiu ao contexto actual da crise provocada pela pandemia e pela guerra na Ucrânia, afirmando que o Governo trabalhou incansavelmente e conseguiu que os cabo-verdianos não morressem de fome ou ficassem sem vacinas e cuidados de emergências médicas.

“É, sim, lamentável que alguns cabo-verdianos se tenham aproveitado deste momento de dificuldades para inflamar paixões, denegrir o nosso País, conferindo-lhe uma imagem de caos e desolação sobretudo junto das camadas emigradas. Hoje, graças ao sucesso do Governo no acalmar da pandemia, e com o início da retoma do turismo, roguemos todos a Deus por um bom ano agrícola, os sinais são bastante encorajadores”, discursou.

O líder parlamentar do partido que sustenta o Governo disse que o plano de retoma do executivo tem, entre outros objectivos, reduzir a pobreza e acelerar a promoção do trabalho decente e do empreendedorismo.

Conforme assegurou, um amplo esforço está sendo desenvolvido a nível nacional e junto dos principais parceiros de desenvolvimento, com vista a poder realizar, ainda mais, as medidas mitigatórias, ao mesmo tempo que se promove o crescimento da economia e consequente criação de emprego digno.

“Nesse contexto, importa que nós, os legítimos representantes do povo cabo-verdiano, reflitamos sobre como agir nesta casa parlamentar, no exercício do mandato que nos foi conferido, a bem de Cabo Verde. Diálogo construtivo tem sido e continua a ser, pois, a pedra de toque para as grandes vitórias e reformas que nós, os cabo-verdianos, obtivemos e fizemos. A busca séria de consensos – no quadro democrático em que o dissenso também é válido – consolida a Democracia e reforça a desejável estabilidade política”, defendeu.

Os próximos anos não irão ser fáceis para o País, conforme afirma Paulo Veiga que alega que as políticas e reformas exigem um diálogo aberto e um debate sério e aprofundado, construtivo e de boa fé, na busca activa de caminhos e de soluções práticas adequadas aos desafios. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project