ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Parlamento português autoriza deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa a Cabo Verde com voto contra do Chega 02 Dezembro 2022

A Assembleia da República portuguesa autorizou hoje a deslocação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a Cabo Verde, na próxima semana, com o voto contra do Chega e a favor dos restantes partidos.

Parlamento português autoriza deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa a Cabo Verde com voto contra do Chega

No pedido de assentimento, Marcelo Rebelo de Sousa pede autorização para se deslocar a Cabo Verde, entre os dias 9 e 11 de Dezembro, “para assistir à cerimónia de homenagem e de concessão, a título póstumo, do grau de Doutor Honoris Causa a Amílcar Lopes Cabral”.

Amílcar Lopes Cabral nasceu em Bafatá (Guiné-Bissau) em 12 de Setembro de 1924, mas ainda criança vai viver para Cabo Verde, onde frequenta os estudos.

Em 1945, consegue uma bolsa de estudos e ingressa no Instituto Superior de Agronomia em Lisboa onde tem contacto com grupos antifascistas. Em 1959, juntamente com Aristides Pereira, o seu irmão Luís Cabral, Fernando Fortes, Júlio de Almeida e Elisée Turpin, funda o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

Em 20 de Janeiro de 1973, Amílcar Cabral é assassinado em Conacri, sendo até hoje considerado um dos maiores pensadores do anticolonialismo africano.

De acordo com a Constituição da República portuguesa, o Presidente da República não pode ausentar-se do território nacional sem o assentimento da Assembleia da República.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project