SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Porto Novo: Agricultores “preocupados” com ausência de luz eléctrica convencional nos furos em Chã de Casa e João Bento 31 Mar�o 2022

Sessenta agricultores em Chã de Casa e João Bento, no interior do município do Porto Novo, em Santo Antão, dizem-se “preocupados” pelo facto de os furos existentes nas respectivas zonas estarem ainda sem luz eléctrica convencional.

Porto Novo: Agricultores “preocupados” com ausência de luz eléctrica convencional nos furos em Chã de Casa e João Bento

Em Chã de Casa, na Ribeira dos Bodes, segundo escreve Inforpress, os 30 agricultores têm alertado para os “avultados prejuízos” registados este ano a nível da batata comum, que podem rondar os dois mil contos, devido à fraca produção do furo, que funciona com base em energia solar.

O furo é equipado com um sistema fotovoltaico e, quando não há sol não funciona para a aflição dos lavradores, segundo o porta-voz Augusto Sancha, para quem esta situação tem resultou na perda de culturas, nomeadamente da batata comum.

Também, na zona de João Bento, os 30 agricultores defendem a ligação de energia elétrica no furo local, que funciona de forma condicionada, já que o sistema de bombagem funciona apenas com base em energia solar, cita Inforpress.

Os furos, quando não há sol, ficam “praticamente parados”, explicam os agricultores.

O delegado do MAA no Porto Novo, Joel Barros, esclareceu à Inforpress que a responsabilidade de instalar a luz eléctrica convencional nestes furos é dos agricultores, que devem, para o efeito, recorrer à Empesa de Eletricidade e Água (Eletra).

Conforme ainda a mesma fonte, o MAA, explicou, fez o que lhe competia, ou seja, instalou “inversores” nestes furos, cabendo aos agricultores, na qualidade de utente, requererem à Eletra a ligação da energia eléctrica convencional.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project