CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Porto Novo: Assembleia Municipal vai socializar com munícipes proposta de mudança do Dia do Município 27 Fevereiro 2022

A Assembleia Municipal do Porto Novo criou sábado, 26, uma equipa de trabalho para socializar com os portonovenses a proposta de mudança do Dia do Município do Porto Novo de 02 de Setembro para 24 de Junho.

Porto Novo: Assembleia Municipal vai socializar com munícipes proposta de mudança do Dia do Município

Segundo a Inforpress, a comissão foi criada por unanimidade na sexta sessão ordinária da Assembleia Municipal do Porto Novo e visa promover espaços de debate entre os portonovenses sobre a proposta de mudança da data do Dia do Município.

Para o eleito municipal da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição), José Graça, a criação da equipa de trabalho é uma forma de “devolver a palavra” aos munícipes.

É que, segundo a mesma fonte, por se tratar de uma decisão “muito sensível” seria uma “grande iresponsabilidade” a proposta ficar apenas nas mãos da assembleia, enquanto representante da população.

Entretanto, José Graça considerou que durante a sessão a UCID colocou alguns questionamentos relativamente a vantagem e desvantagem que essa mudança pode trazer.

“Defendemos que a existência dessas datas nos dá a possibilidade de ter dois momentos no município para dinamizar a economia, e agora defendo dinamizar o dia 02 de Setembro e ter essas duas valências no município, mas o povo é quem mais ordena”, acentuou.

A bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) lembrou, prossegue a Inforpress, ser esta a segunda vez que o Movimento para a Democracia (MpD, poder municipal) apresenta a proposta na Assembleia Municipal e que na primeira votaram contra por entenderem haver um “bom número” de cidadão que entende não haver lugar a mudança da data.

“O dia 24 de Junho é um dia muito especial, até porque Son Jon é um património cultural imaterial nacional, por isso penso que mudar essas datas uma iria confundir-se com a outra”, observou o líder da bancada do PAICV.

Osvaldo Fortes almeja que os portonovenses tenham “consciência” quando forem chamados a pronunciar sobre alteração da data do Dia do Município do Porto Novo de 02 de Setembro para 24 de Junho.

Por sua vez, o líder da bancada do MpD, Osvaldino Silva, assegurou haver um “mau entendimento” em relação à proposta de mudança da data.

“A proposta não é para alterar absolutamente nada, mas sim ouvir as pessoas do concelho, dando ao povo a oportunidade de dizer o que pensa em relação ao assunto que propomos”, explicou.

Osvaldino Silva garantiu que “não há nada de maldade” e ninguém quer “retirar e nem colocar nada”, até porque, no seu entender, “a história tem de ser honrada e lembrada”, refere a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project