ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Porto Novo: Canceladas festividades de Nossa Senhora de Fátima na comunidade de Alto Mira 13 Maio 2021

A Câmara Municipal do Porto Novo (CMPN), através de uma deliberação, optou-se por cancelar toda a programação e atividades culturais no município, designadamente as festividades de Nossa Senhora de Fátima que se comemora neste dia 13 de Maio, na comunidade de Alto Mira, zona no interior do concelho. O motivo prende-se com a atual situação de pandemia da covid-19 que todos vivem, como forma de prevenção da doença.

Porto Novo: Canceladas festividades de Nossa Senhora de Fátima na comunidade de Alto Mira

Conforme avança a página oficial da CMPN, essa celebração no concelho é feita com pompa e circunstância na Localidade de Alto Mira e afigura-se como uma das principais festas populares de romaria, anualmente, celebradas com festividades marcadas pelas celebrações religiosas, atividades desportivas recreativas e culturais, com boa participação de pessoas das outras localidades do Concelho e emigrantes, onde se destaca a forma alegre e acolhedora que os locais recebem os visitantes.

Sendo estes tempos marcados pela pandemia da COVID 19 que tem impacto na saúde publica e a nível económico, a CMPN adotou o Plano Nacional de Contingência para a Prevenção e Controlo desse vírus, optando pela não celebração dessas atividades festivas. Tudo com o objetivo de salvaguardar a saúde pública e evitar a propagação da doença.

Segundo a mesma fonte, a deliberação Nº23/2021, artigo 1º, estabelece ainda que as celebrações de Nossa Senhora da Visitação celebrada no dia 31 de maio na localidade de Casa de Meio, também estão canceladas e que estão ainda suspensas a emissão de autorizações e licenças para realização de eventos diversos na via publica, pracetas e recintos desportivos.

Ainda na deliberação estão contidas outras medidas, tais como a suspensão temporária de espaços desportivos, turísticos, culturais e recreativos do domínio municipal, entre outros. A CMPN avança ainda que essas e outras medidas têm a vigência ate ao dia 30 de maio do corrente ano e que as mesmas serão objeto de avaliação periódica, podendo ser prorrogadas ou suspensas, em função do avanço da situação.

AC/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project