LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal:1ª deputada ’toda diferente’ sai vitoriosa com adiamento para domingo de decisão de remoção de confiança do Livre 19 Janeiro 2020

À saída do primeiro dia da convenção do ’Livre’, no sábado, 18, — na qual se defendeu com veemência — Joacine Moreira disse estar confiante de ter conseguido fazer valer a sua posição. O resultado 50-52 que permitiu adiar a votação do domingo, 19, foi para ela entendido como um sinal de que pode ganhar a moção em que cinco membros da direção pedem que o partido retire a confiança à deputada.

Portugal:1ª deputada ’toda diferente’ sai vitoriosa com adiamento para domingo de decisão de remoção de confiança do Livre

Entre os que votaram a favor de Joacine, está Ricardo Sá Fernandes, membro do Conselho de Jurisdição do Livre, que descreveu a resolução da Assembleia a pedir a remoção da confiança à deputada como "injustiça democrática".

O jurista disse ainda que existe uma outra moção a pedir um curso de ação alternativo e que vai apoiar esse texto, não divulgando qual o seu título ou autor.

À saída do primeiro dia da convenção do ’Livre’, no sábado, 18, Joacine Moreira disse estar confiante de ter conseguido fazer valer a sua posição e que no domingo, 19, vai ganhar a moção em que cinco membros da direção pedem que o partido retire a confiança à deputada.

As imagens após a sessão mostram uma Joacine a não esconder a sua pouca simpatia pelos jornalistas que desde outubro a têm sob constante escrutínio, com "considerandos adjetivos", como tal subjetivos. Por exemplo, a mais recente adjetivação, a da SIC, destaca que a deputada esteve "exaltada" durante a intervenção este sábado.

A veemência esteve presente na autodefesa que ela fez contra a moção "Recuperar o Livre, resgatar a política". Subscrita por cinco elementos entre os quais a presidente da assembleia do partido, a moção critica as intervenções parlamentares da deputada única do Livre e defende que se ela "não se dispuser a renunciar às suas funções, a direção do Livre não tem outra alternativa a não ser retirar-lhe a confiança política".

Os três meses da deputação de Joacine Moreira têm sido, é certo, muito tumultuados. Porquê?

Os cinco subscritores não têm dúvida em apontar o dedo acusador à deputada. E pedem a sua renúncia — num texto aliás fraquinho, com erros conceptuais e de forma. Em contraste com as produções da deputada cuja gaguez não impede de pensar bem, como ela destacou.

Fontes: Emissões ao vivo da TVI/SIC/RTP. Foto (Site da Presidência de Portugal): Joacine encontra-se com o Presidente Marcelo em Belém, em outubro, começo de três meses muito tumultuados. LS

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project