DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Águia vence dérbi de emoções fortes e põe fim ao leão invencível 16 Maio 2021

Seferovic bisou no encontro, assim como Pedro Gonçalves, mas foram os encarnados a saírem vencedores deste jogo emocionante que deixou o clube da Luz, provisoriamente, a um ponto do segundo lugar.

Portugal: Águia vence dérbi de emoções fortes e põe fim ao leão invencível

O Benfica recebeu e venceu, este sábado, o Sporting, por 4-3, em encontro a contar para a 33.ª e penúltima jornada da I Liga, resultado que coloca um ponto final à invencibilidade leonina.

Seferovic, que bisou, Pizzi e Lucas Veríssimo marcaram para os encarnados, ao passo que Pedro Gonçalves, que também marcou em duas ocasiões, e Nuno Santos fizeram os golos dos campeões nacionais.

Filme do jogo:

Num encontro sempre muito emotivo e escaldante, o clube da Luz entrou melhor que o campeão em título, que quase parecia ainda estar um pouco cansado devido aos festejos da conquista do título.

A equipa comandada por Jorge Jesus entrou personalizada, a tentar jogar apoiado, e a tentar contruir jogadas a dois ou três toques, conseguido fazer três golos nesta etapa inicial.

O marcador no Estádio da Luz começou a funcionar logo aos 12 minutos fruto de um golo de Haris Seferovic que se isolou na lista de melhores marcadores da I Liga. Desmarcado por Pizzi, o suíço picou a bola por cima de Adán, marcando o seu 19.º golo no campeonato português.

O mesmo Pizzi viria a estar em destaque nos dois golos seguintes das águias. Após passe de calcanhar de Everton, o capitão dos encarnados aumentou a contagem aos 29 minutos, antes de servir Lucas Veríssimo, na sua segunda assistência no encontro, que fez o terceiro na sequência de um pontapé de canto ao minuto 37.

O Sporting conseguiu reagir a estes três golos dos encarnados, e reduziu mesmo em cima do apito para o intervalo graças a um remate colocado de Pedro Gonçalves, um golo que relançou os leões para a segunda parte, e que voltou a igualar o médio e Seferovic no topo dos melhores marcadores do campeonato.

A perder, Rúben Amorim lançou Palhinha e João Mário ao intervalo, mas o Benfica entrou da melhor maneira na etapa complementar com o quarto golo na partida. Matheus Nunes fez falta sobre Grimaldo dentro da grande área, e Tiago Martins apontou de pronto para a marca de penálti. Chamado a converter, Seferovic bisou no encontro e saltou, de novo, para o topo da liderança dos goleadores da I Liga.

Os leões reagiram prontamente com um remate de Pedro Gonçalves a terminar no poste da baliza defendida por Helton Leite, mas os campeões nacionais acabariam mesmo por chegar ao segundo no encontro aos 62’. Paulinho tirou o cruzamento, e Nuno Santos apareceu a rematar de forma acrobática para o seu sétimo golo no campeonato português.

Depois de uma primeira parte de grande categoria do Benfica, o Sporting mostrou-se mais vivo no segundo tempo. Depois do segundo marcado por Nuno Santos, o campeão nacional marcou o terceiro aos 78 minutos. Lucas Veríssimo fez fata dentro da grande área, e Pote converteu com sucesso a respetiva grande penalidade que voltou a colocá-lo taco a taco com Seferovic na luta pela Bota de Prata.

Até final, os verde e brancos fizeram de tudo para alcançar o quarto golo que permitisse o empate, mas o Benfica foi conseguindo segurar a magra vantagem que colocou um ponto final ao reinado invencível do campeão.

Com esta vitória, o Benfica colocou-se a um ponto do segundo lugar que é ocupado pelo FC Porto, e que ainda joga esta ronda contra o Rio Ave. Já o Sporting somou a primeira derrota na I Liga, mas sem influência na classificação final já que os leões mantém a liderança com 82 pontos.

Momento do jogo: Grande golo de Pedro Gonçalves a terminar o primeiro tempo que lançou os leões para uma reação positiva no segundo tempo. Fonte: NM; Foto: Reuters

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project