ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Cabo-verdiana aposta no ‘coaching’ para o desenvolvimento pessoal e ter qualidade de vida 31 Maio 2022

A cabo-verdiana Vera Nereu quer, através da educação, mostrar aos cabo-verdianas que vivem em Portugal, e não só, que é possível ter qualidade de vida, utilizando o método ‘coaching’ para o desenvolvimento pessoal.

Portugal: Cabo-verdiana aposta no ‘coaching’ para o desenvolvimento pessoal e ter qualidade de vida

Em declarações à Inforpress em Lisboa, Vera Nereu, que é formada em sociologia e natural da ilha do Sal, tendo trabalhado por 20 anos na área dos Recursos Humanos na ASA, em Outubro de 2021 deixou tudo em Cabo Verde para recomeçar em Portugal, sobretudo por causa da condição da filha, que tem que fazer consultas regulares neste país europeu.

Com uma pós-graduação em Gestão na vertente de Ciências Aeroespaciais, também fez um curso de ‘coaching’ e criou uma empresa em 2017 para trabalhar com o planeamento estratégico dos recursos humanos e desenvolvimento pessoal, algo que quer continuar a fazer em Portugal, mas admite que, apesar de estarem cientes, “as pessoas não querem investir nesta área da sua vida”.

“Os cabo-verdianos precisam, porque realmente vejo muitos cabo-verdianos na emigração conseguem muitas coisas, mas muitas vezes têm problemas de integração e de muitas vezes não conseguirem tirar proveito dos benefícios que os países de acolhimento oferecem”, afirmou.

Segundo ela, explorar o mercado não tem sido fácil, por ser uma área “muito nova”, mas garantiu que os cabo-verdianos e outros, precisam desse desenvolvimento pessoal, porque “continuam com as dificuldades a vários níveis”, sublinhando que os emigrantes precisam entender que “é possível trabalhar e ter qualidade de vida”, conseguindo um “equilíbrio”.

“É algo novo, é algo que precisa ser feito, uma sensibilização muito grande”, explicou, frisando que quer sensibilizar as pessoas com a sua própria experiência como exemplo, de uma pessoa que “largou tudo para recomeçar do zero no estrangeiro” por causa das circunstâncias da vida.

Vera Nereu tem feito vários contactos, nomeadamente com a Embaixada de Cabo Verde em Portugal, para ver se consegue avançar com esse projeto, já que acredita que pode “ajudar várias pessoas a viverem melhor”, a resolverem os seus problemas (familiares, de saúde ou de trabalho).

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project