LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: DGS lança manual sobre alimentação saudável nos cuidados primários 05 Janeiro 2021

Os profissionais de saúde vão passar a fazer um breve aconselhamento aos utentes sobre alimentação saudável, como uma medida de prevenção do controlo das doenças crónicas e de promoção de uma melhor qualidade de vida.

Portugal: DGS lança manual sobre alimentação saudável nos cuidados primários

De acordo com Notícias ao minuto, a Direção-Geral da Saúde (DGS) informou, esta segunda-feira, que foi lançado um manual sobre alimentação saudável destinado aos cuidados de saúde primários.

Em comunicado, a autoridade esclareceu que este guia tem como objetivo que os profissionais de saúde passem a realizar um aconselhamento breve aos utentes para a promoção de uma alimentação saudável.

"O Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) da Direção-Geral da Saúde publica hoje o modelo de ’Aconselhamento breve para a alimentação saudável’. Com a sua implementação nos cuidados de saúde primários pretende-se tornar universal a promoção da alimentação saudável, melhorar a qualidade da intervenção dos diferentes profissionais e uniformizar procedimentos", começa por detalhar a referida nota.

Neste manual, estão contempladas "diversas ferramentas que podem ser utilizadas pelos diferentes profissionais de saúde no contexto da sua prática clínica". Estes instrumentos garantem uma abordagem, pelos profissionais de saúde, que, em média, "não deve exceder os 10 minutos" e que "assentam nos modelos de intervenção motivacional, reconhecendo assim as dificuldades inerentes à mudança do comportamento alimentar".

"Pretende-se que a implementação do modelo de aconselhamento breve e das ferramentas nele contempladas possa conferir uma maior qualidade às abordagens nas áreas da promoção da alimentação saudável, da prevenção e do controlo das doenças crónicas", é sublinhado.

Estas orientações técnicas são baseadas "na evidência e a harmonização de práticas e procedimentos permitem níveis elevados de eficácia e ganhos em saúde", garantindo também que existe uma "padronização de protocolos" que permite uma "base de intervenção comum facilitadora da monitorização e avaliação".

Este aconselhamento breve "aumenta ainda as oportunidades" de referenciação de doentes para os Cuidados Personalizados de Nutrição e "uma melhor articulação entre os nutricionistas e demais profissionais de saúde".

"A elevada prevalência de doenças crónicas associadas à alimentação inadequada na população portuguesa exige que o aconselhamento para uma alimentação saudável seja uma constante na prestação de cuidados de saúde. Este deve ocorrer quer no contexto da prevenção quer no contexto da terapêutica e controlo destas doenças, já que a intervenção assente na mudança de estilos de vida, nos quais a alimentação se inclui, faz parte das ’guidelines’ para a terapêutica das doenças crónicas mais prevalentes", concluiu a DGS.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project