LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Grande incêndio em Sintra e Cascais deixa 18 feridos, mais de 300 evacuados e 2 casas destruídas 07 Outubro 2018

Ventos intensos em várias direções fizeram propagar de Sintra até Cascais o incêndio que começou “inexplicavelmente” cerca das 11 da noite de sábado, 6, perto do Convento da Peninha.

Portugal: Grande incêndio em Sintra e Cascais deixa 18 feridos, mais de 300 evacuados e 2 casas destruídas

O incêndio começou “inexplicavelmente”, segundo Basílio Horta, o Edil de Sintra, cerca das 11 da noite de sábado, 6, perto do Convento da Peninha. Dali, na Serra de Sintra, propagou-se impulsionado por ventos intensos e a soprar em várias direções até ao litoral em Cascais.

O combate à frente de chamas a descer da serra até ao mar impulsionadas por ventos intensos, ao longo de uns 50 quilómetros de leste para ocidente, envolveu 748 bombeiros em 220 carros e dois aviões.

Populações de várias localidades situadas na linha de fogo tiveram de ser retiradas, informou a Proteção Civil.

Pessoas saíram de casa à noite só com a roupa no corpo

As televisões portuguesas mostraram pessoas residentes nas aldeias Malveira da Serra, Biscaia, Charneca e Figueira do Guincho, situadas no Parque Natural Sintra-Cascais a sair de casa às primeiras horas da madrugada, só com a roupa no corpo.

A Proteção Civil relata que tiveram de fazer sair 47 pessoas de suas casas e que também os mais de 300 campistas tiveram deixar o parque de campismo de Areia perto da praia do Guincho, Cascais.

Fogo extinto cerca do meio-dia

As autoridades deram o fogo por extinto cerca do meio-dia de domingo, 7 (menos duas horas em Cabo Verde).

Este é o quarto fogo que em menos de uma semana atingiu o Parque Natural Sintra-Cascais, na área metropolitana de Lisboa.

A PJ foi chamada a investigar.

Fontes: Televisões/site da Proteção Civil. Foto: Sol.pt

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project