LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal-Julgamento de burla milionária com vítimas idosas: "Pedi 20 mil euros para lhes emprestar 50 mil" 13 Novembro 2021

"Pedi vinte mil euros emprestados para poder emprestar-lhes 50 mil euros", disse o idoso de oitenta anos que depôs ontem no tribunal de Braga, norte de Portugal, durante o julgamento do jovem casal Sérgio e Soraia Ribeiro, ele militar e ela candidata a juiz, que em 2019 "burlaram dez octogenários em milhões de euros".

Portugal-Julgamento de burla milionária com vítimas idosas:

Ele sargento da GNR, ela a estagiar para juiz nem queriam acreditar quando os colegas dele lhes bateram à porta em janeiro de 2020 com um mandado. Quase dois anos de ostentações diversas, tudo com posts nas redes sociais, tinham dado o alerta que fez a Justiça investigar a proveniência dos milhões exibidos pela então advogada e candidata a juiz Soraia Ribeiro, de 28 anos, e o militar da GNR Sérgio Ribeiro, de 33 anos.

O casal começou a dar nas vistas, após o casamento de "conto de fadas", com as fotos glamourosas nas redes sociais. Eles e os BMWs (viaturas de gama alta), nos restaurantes mais caros do país, de férias várias vezes ao ano em alguns dos destinos mundiais mais caros e preparavam-se para mudar para uma milionária mansão.

Segundo o Jornal de Notícias, o casal não evidenciava ter qualquer receio de investigações criminais: quando, no primeiro dia útil do novo ano, 2020, a PJ de Braga lhes bateu à porta, a candidata a juiz disse logo que era um engano e teve de ser o juiz de instrução a convencê-la de que era mesmo ela a suspeita.

Sérgio Ribeiro, militar da GNR de Braga, ficou detido. Soraia saiu com TIR e teve de entregar o passaporte.

Esquema de fraude envolvia pai de Sérgio. O plano criminoso foi idealizado pelo filho de Joaquim Ribeiro, de 74 anos. Sérgio instruía o pai sobre como devia pedir dinheiro emprestado a amigos, também idosos e muitos deles antigos emigrantes.

O esquema funcionou, com os octogenários convencidos de que além de estarem a contribuir para causas humanitárias iam ter o seu dinheiro de volta. Mas quando o dinheiro tardava a regressar e pediam contas ao "amigo Quim" era o militar Sérgio que entrava em cena. A intimidação funcionou — até que a ostentação lhes acabou com a "carreira".
---
Fotos: JN.pt/ . Relacionado: Portugal: Casal burlou 10 idosos em milhões – Ele sargento, ela candidata a juiz, 04.jan.020. Fotos: O casamento de "conto de fadas" com Soraia pago com dinheiro alheio. Ostentação nas redes sociais fez suspeitar da origem ilícita de tanta riqueza. Sérgio Ribeiro a ser levado a tribunal por colegas da GNR.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project