LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Presidente Marcelo internado de urgência para operar hérnia 29 Dezembro 2017

Portugal:  Presidente Marcelo  internado de urgência para operar hérnia

"O Presidente da República foi esta tarde internado no Hospital Curry Cabral para ser operado a uma hérnia umbilical", lê-se no site oficial da presidência portuguesa.

A intervenção cirúrgica, a realizar num hospital público de Lisboa, "estava há muito prevista para o início de janeiro, mas os médicos assistentes decidiram antecipá-la".

O motivo para a antecipação tem a ver com a condição clínica denominada hérnia encarcerada, etapa prévia à hérnia estrangulada, pode ler-se nos dicionários médicos.

Segundo a literatura médica, "uma hérnia encarcerada" acontece quando não se consegue reintroduzir a hérnia no abdómen. A mesma "pode levar a uma situação muito mais grave, que se chama hérnia estrangulada. Neste caso o intestino ou outro órgão existente dentro da hérnia pode morrer, se o doente não for operado rapidamente".

Os sinais e sintomas de hérnia estrangulada, segundo a literatura, são: náuseas, vómitos, febre, pulso rápido, dor intensa na hérnia, que se torna muito dura, vermelha escura ou roxa.

A recuperação da cirurgia para hérnia umbilical dura cerca de 1 mês.

Agenda oficial cancelada

O site da presidência portuguesa avisa que "o Chefe do Estado cancelou, por isso, toda a agenda de hoje, bem como as dos próximos dias, incluindo as deslocações previstas para 31 de dezembro e 1 de janeiro, à área da tragédia de outubro".

Com a recuperação a decorrer durante um período tão longo, prevê-se desde logo que o Presidente português não vai cuidar, nos próximos dias, dum ponto quente da sua agenda que é o do esperado veto ao Financiamento dos Partidos Políticos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project