LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: "Se fiquei feliz de estar dez dias confinado? Claro que não", diz primeiro-ministro António Costa 06 Julho 2021

O primeiro-ministro português terminou esta segunda-feira mais cinco dias de confinamento após um novo teste PCR, cujo resultado foi negativo. António Costa estava em isolamento profilático — justificado pelo "princípio da precaução", segundo a DGS — após contacto com um caso positivo de Covid-19 no seu gabinete.

Portugal:

"As autoridades de Saúde autorizaram o retomar da atividade presencial do primeiro-ministro e, como tal, da sua agenda pública", afirma a nota de imprensa enviada à comunicação social pelo gabinete do primeiro-ministro de Portugal.

O chefe do governo socialista tinha já por duas ocasiões estado em isolamento profilático. Uma em dezembro, quando manteve um contacto de alto risco com o presidente Emmanuel Macron, o que o obrigou a passar confinado dez dias por ocasião do Natal (Portugal: PM António Costa em quarentena cancela visitas a São Tomé e Guiné, 18.dez.020).

A mais recente foi em 28 transato quando após a cimeira do Conselho Europeu em Bruxelas, dos dias 24 e 25, o primeiro-ministro do Luxemburgo testou positivo no dia 27. Segundo o gabinete informou há uma semana, Xavier Bettel apresentava "sintomas ligeiros (febre, dores de cabeça)" e ia "continuar a exercer as suas funções em teletrabalho" durante dez dias. Esta segunda-feira é anunciado que o chefe de governo do Grão-Ducado está hospitalizado devido à Covid, na véspera de cumprir o décimo dia de isolamento.

Embora todos os 27 líderes de governo tivessem mantido as regras de uso de máscara e distanciamento além de estarem vacinados, António Costa fez o teste e entrou em isolamento — o que está a suscitar questionamentos (ver entretítulo abaixo).

Desconfinado esta segunda-feira, Costa completou no mesmo dia dois eventos que tinha na agenda.

Um, a cerimónia de assinatura do Protocolo de Cooperação para o MLS-Metro Ligeiro de Superfície a ligar os municípios de Loures e Odivelas, realizada na cidade de Loures. Outro, o balanço da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, realizado no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Presidente Marcelo pediu explicações

O isolamento profilático do chefe de governo levou até o Presidente da República a pedir explicações às autoridades de saúde sobre como proceder nestas situações com os vacinados.

Também esta segunda-feira do líder da oposição, Rui Rio, se manifestou no mesmo sentido.

A DGS-Direção-Geral da Saúde decidiu responder e utilizou o "princípio da precaução" para justificar o isolamento do primeiro-ministro.
— -
Fontes: RTP/DN. Fotos: Isolamentos profiláticos do primeiro-ministro de Portugal entre 17 e 30 de dezembro após reunião no Palácio do Eliseu com o presidente francês; de novo após a cimeira do Conselho Europeu em Bruxelas, de 24 e 25 de junho; e de novo mais cinco dias até esta 2ªfª, 5 "após contacto com um caso positivo de Covid-19 no seu gabinete".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project