DIÁSPORA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Taxista recusou levar Dino d’Santiago a casa. Cantor cabo-verdiano denuncia a situação 26 Novembro 2022

O artista pediu para ser transportado até à Amadora mas o vídeo mostra o taxista a negar fazer esta viagem. esta caso de pender alegadmente racista está a provocar as mais diversas reações entre portugueses e emigrantes da CPLP, principlamente entre a comunidade artística.

Portugal: Taxista recusou levar Dino d’Santiago a casa. Cantor cabo-verdiano denuncia a situação

Segundo o diário digital NM, Dino d’Santiago costuma dar que falar pelo seu enorme talento, mas desta vez o assunto é diferente. O cantor denunciou uma situação que o deixou indignado e está a ser apoiado por inúmeros artistas.

Revela a imprensa Lusa que Dino D’Santiago saiu do Coliseu dos Recreios na noite da passada quarta-feira, e tentou apanhar um táxi na Praça do Rossio, em Lisboa. Depois de referir que tinha como destino a sua residência, na Amadora, o taxista recusou o serviço.

Indignado, o músico de 40 anos filmou e partilhou o momento nas redes sociais: nas imagens, que esta quinta-feira se tornaram virais, é possível ver o motorista dentro do carro, parado na praça de táxis, como se estivesse à espera de clientes - e afirma: “Já não tenho tempo de o levar, nem vou levar mais ninguém, escreve Correio de Manhá.

Cofonorme detalha o NM, no vídeo partilhado por Dino no Instagram, é possível ver o referido taxista, parado numa praça de táxis, a recusar-se a transportá-lo. Na legenda da publicação, a situação é relatada.

"E esta m***** continua mesmo passados tantos anos", começou por dizer o artista citado pela NM. "Acontecia-me sempre que chegava ao Porto e queria apanhar um táxi na praça de táxis da Batalha! Hoje saio do Coliseu dos Recreios e decido apanhar um táxi na praça do Rossio ao invés do habitual Uber, e a história repete-se! Talvez se o destino final não fosse a Amadora, a história poderia ter um final menos infeliz", acrescentou.

Prossegue a mesma fonte que, de seguida, nas stories do Instagram, Dino d’Santiago filmou-se dentro de uma outra viatura, agradecendo ao motorista que aceitou levá-lo à Amadora. "Muito obrigado, Silvani. Tinha de ser do Brasil. Tanto reclamamos que temos muita gente a vir de fora, mas a empatia reconhece-se dessa forma. Teve de ser o Silvani a ter coragem de me trazer à Amadora. Obrigadão mesmo", fez notar, como pode conferir no vídeo da galeria.

Na caixa de comentários, várias figuras públicas mostraram-se solidárias com o cantor. Rita Ferro Rodrigues, por exemplo, diz sentir "vergonha alheia ao ver estas imagens". Diogo Piçarra, por outro lado, agradeceu a Dino por ter "filmado essa fronha".

A fazer fé ainda no NM, Carolina Deslandes partilhou o vídeo em causa nas stories do Instagram, onde escreveu o seguinte: "Mais um episódio no país onde não existe racismo. Inadmissível esta m****. As pessoas não têm de viver a filmar para terem os seus direitos e a sua dignidade garantidos", conclui a fonte que vimos citando.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project