LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Vítima despojada, assalto zerado porque esquadra está sem impressora — Em agosto, mês de férias mas não para gatunos 11 Agosto 2018

Os dois agentes presentes na esquadra mais próxima do local do assalto surpreendem a cidadã que, esta terça-feira, 7, acabou de ser despojada do que levava por um "gatuno que não quer trabalhar". Dizem-lhe que a polícia nada pode fazer, nem mesmo registar a queixa.

Portugal: Vítima despojada, assalto zerado porque esquadra está sem impressora — Em agosto, mês de férias mas não  para gatunos

A cidadã portuguesa de meia-idade foi vítima de roubo, no centro de Lisboa, na rua Morais Soares esta terça-feira, 7. Conta: "Entrei num café, paguei e cem metros que andei, chamaram-me à atenção que levava a mochila aberta".

Levaram-lhe "todos os documentos e 65 euros... tudo o que tinha até ao fim do mês", conta revoltada aos amigos do Facebook.

A esquadra da PSP de Arroios é a mais próxima. Mas outra surpresa desagradável esperava-a.

“A esquadra da PSP de Arroios não aceitou a queixa do assalto. Não têm impressora para dar seguimento à queixa”. Insistiu a frustrada queixosa que não saía de lá sem queixa registada, que escrevessem à mão "mas responderam que não tinham como enviar a queixa".

Ela pergunta-se: “Gostava de saber a quem devo dirigir-me para pedir que coloquem uma impressora ou fechem a esquadra”.

A solidariedade das redes nacionais incita-a a chamar as televisões, porque "assim as esquadras passam a ter impressoras, de certeza!"

Em resposta a quem a questiona sobre o que fez a seguir, o relato dela ainda continua a surpreender-nos, pois é mais um episódio dum quotidiano insólito: "Liguei para o Comando-Geral a dizer o sucedido, responderam que as empresas de manutenção estavam de férias”. Agosto da inSOLência?

As empresas de manutenção estavam de férias, escreve a vítima, sem mais comentários. Pudera! Palavras para quê?

Mais palavras para quê? Portugal é um país do primeiro-mundo, nós somos terceiro-mundo.

Foto da campanha da polícia portuguesa, na página de Facebook "Carteiristas em Lisboa". (Atriz interpreta a "Pickpocket, carteirista". Num mundo ideal ou não os havia ou trariam a sua identificação autêntica).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert

Newsletter

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project