LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal-WebSummit: 40 mil participantes e Frances Hogan que pede saída de Zuckerberg e defesa do Facebook 03 Novembro 2021

A primeira Web Summit presencial em dois anos tem lugar de 01 a 4-11 com 40 mil participantes — um número que está acima das expectativas em tempo de pandemia. A cabeça de cartaz desta oitava edição é Frances Hogan, a denunciante do Facebook e muito aplaudida ao contestar o ’relifting’ que propõe o contestado diretor-executivo.

Portugal-WebSummit: 40 mil participantes e Frances Hogan que pede saída de  Zuckerberg e defesa do Facebook

São mais de mil oradores, 1500 jornalistas, 700 investidores e 1250 startups e parceiros, de acordo com os números avançados pela organização. O novo presidente de Câmara, Carlos Moedas, e o ministro "tecnológico" Siza Vieira dão as boas-vindas ao evento que honra a cidade de Lisboa.

Frances Hogan esperada na abertura e muito solicitada pela imprensa ao longo do primeiro dia teve a sua intervenção adiada para o final de segunda-feira, 1. Foi já ao escurecer que a denunciante voltou a proferir tudo aquilo que há um mês tem dito, agora no palco principal no Altice Arena (foto).

A cientista voltou a elencar os erros graves do Zuckerberg — tal como já havia proferido perante o Senado e autoridades reguladoras de transações de valores mobiliários dos EUA (estão nos links abaixo) — e teve eco o seu apelo para que o CEO do Facebook saia.

Ou seja, nada de relifting da gigante em META — uma nova designação com várias colisões homonímicas no planeta global — como propõe o contestado diretor-executivo.

Frances foi muito aplaudida quando propôs a saída de Zuckerberger de quem disse "Uma pessoa não é má porque comete erros, mas torna-se má pessoa quando começa a fazer sempre os mesmo erros e sabe disso".

Logística da Web Summit-Lisboa em tempo de Covid

A cimeira tecnológica que colocou Portugal no mapa dos investidores e startups tecnológicas mundiais está no espaço ribeirinho Altice Arena, com um número de participantes que a Direção-Geral da Saúde autorizou. Diga-se, aliás, bem acima das expectativas do undador e CEO da Web Summit.

"Analisámos os dados iniciais, pensámos ’Talvez dez mil pessoas’ e os meses passaram. E a cada mês que passava esses números mudavam. Dissemos às autoridades e ao governo, ’OK, parece que 15 ou 20 mil pessoas, talvez 30 mil’. E esse número será agora o da capacidade máxima", 40 mil, segundo revelou Paddy Cosgrave em entrevista ao online Dinheiro Vivo.

Representação nacional nesta cimeira web de Lisboa

A economia digital surge nos discursos como uma prioridade em Cabo Verde. Mas entre palavras e ação vai uma grande distância. E a desfasagem não é de hoje, já vai em duas décadas entre promessas factíveis e de todo infactíveis que logo caem que nem água em saco roto.

A mais recente foi o dedutível fiasco da organização da representação nacional nesta cimeira tecnológica de Lisboa. Deduz-se porque não há notícia, hoje, bem longe da noticiada presença do chefe do governo há dois anos — em 7 e 8 de novembro de 2019 "com uma country stand, de 20 pessoas: 10 startups, representantes do NOSI e outras entidades".

A apresentação da Cabo Verde Digital, "agência governamental que promove o empreendedorismo e a inovação e que tem como objetivo criar um polo de desenvolvimento digital líder no continente africano" criou expectativas. Onde param elas, dois anos depois, que mais fez CVED além do ato de apresentação na Web Summit de Lisboa em 2019?

A ajuizar pela desatualizada informação digital disponível, pouco, pouquíssimo: além de alguns milhares de clics, nada.
...

Fontes: DN.pt/Dinheiro Vivo/RTP... Relacionado: "Facebook prefere lucro à segurança" e deu gás à invasão do Congresso, delata diretora Hogan, 04.out.021; Apagão de mais de 6H no Facebook por defeito de "configuração" — Erro interno custa $seis bi. a Mark Zuckerberg, 07.out.021. Fotos: A cimeira tecnológica tem como cabeça de cartaz Frances Hogan, que denunciou a gigante tecnológica Facebook. Paddy Cosgrove, o criador da WebSummit, que arrancou em Dublin, capital da R. Irlanda em 2009 e está desde 2016 em Lisboa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project