INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal acolhe Fórum de Juventude e Inovação da Conferência Oceânica da ONU 24 Junho 2022

Portugal acolhe e co-organiza com o Quénia, de hoje a domingo, em Carcavelos, o Fórum de Juventude e Inovação, à margem da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas que acontece em Lisboa.

Portugal acolhe Fórum de Juventude e Inovação da Conferência Oceânica da ONU

Segundo a organização, o fórum é um dos “eventos especiais” da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que será co-presidida por Portugal e pelo Quénia, durante de 27 a 01 de Julho na Altice Arena, em Lisboa.

O Fórum de Juventude e Inovação da Conferência Oceânica da ONU é uma parceria com a Coalizão de Administração Oceânica do Pacto Global das Nações Unidas e a Aliança Oceano Sustentável.

O evento irá reunir centenas de jovens de todo o mundo com o objectivo de “proteger o oceano”, tendo em conta que, conforme a organização, é uma “oportunidade única” para os jovens contribuírem para a implementação do Objectivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 14 (conservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, mares e recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável).

Entre as finalidades do fórum estão, “apresentar soluções lideradas por jovens que abordam metas de ODS 14 de 2020”, “fornecer aos participantes treinamento, mentoria, conexões com investidores e networking” e “destacar a importância de uma abordagem orientada pela ciência para empresas e políticas”.

“Engajar jovens líderes como principais impulsionadores para a mudança” e “dar aos jovens a oportunidade de contribuir para o processo político da Conferência das Nações Unidas”, são outros propósitos do evento.

“Em última análise, os jovens deixarão o fórum com o conhecimento, ferramentas e inspiração necessários para avançar na luta para proteger o oceano. Este evento também chamará a atenção da mídia para a importância do oceano quando se trata de combater as mudanças climáticas”, realça a organização.

Na Conferência dos Oceanos das Nações Unidas (UNOC) são esperados representantes dos Estados-membros e do Sistema das Nações Unidas, bem como de 1.178 outras entidades, da academia ao sector financeiro e económico, organizações não governamentais, fundações e outros parceiros.

Espera-se que Lisboa seja um momento decisivo de aceleração da ambição global em matéria de combate à poluição, de preservação da biodiversidade e de integração da sustentabilidade na Economia do mar.

As Nações Unidas lembram que os oceanos cobrem 70 por cento (%) da superfície da Terra e são o lar de cerca de 80% de toda a vida terrestre, fazendo-os a maior biosfera do planeta.

Geram 50% do oxigénio necessária na Terra, absorvem 25% de todas as emissões de dióxido de carbono e capturam 90% do calor adicional gerado por essas emissões.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project