Comunidade

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal: Imitadora da ’Steve Jobs’ fundou ’clínica’ e angariou c. 2ME de 12 investidores 18 Fevereiro 2022

A jovem residente na capital do Norte fundou aos 23 anos uma "clínica de psicologia para a área de saúde mental" e conseguiu obter os investimentos necessários de doze pessoas, que agora se dizem lesadas. O caso está em investigação, comunicou hoje (5ªfª) a PJ.

Portugal: Imitadora da ’Steve Jobs’ fundou ’clínica’ e angariou c. 2ME de 12 investidores

A arguida é uma "empresária" — como se intitulou junto dos incautos endinheirados, e não psicóloga como seria de esperar no ramo — residente no distrito do Porto.

Ela está detida por burlar "12 investidores da sua clínica" — 11 pessoas individuais e uma pessoa coletiva — "em pelo menos um milhão e 720 mil euros". Uma Elizabeth Holmes ’Steve Jobs’ à pequena escala ("A Steve Jobs" fundadora da Theranos condenada a 20 anos de prisão por fraude e associação criminosa, 05.jan.022). Ambas sem estudos universitários, tanto a menina prodígio de Silicon Valley — e fundadora da empresa biotecnológica Theranos com “serviços que estão a revolucionar os testes de sangue” para "detetar desde o colesterol ao cancro" — como a também prodígio do "empresariado"portuense — investiram e lucraram com burlas na área da Saúde.

Segundo o comunicado da PJ, a arguida "terá elaborado um esquema de obtenção ilícita de dinheiro através de supostos investimentos na área de saúde mental, o que lhe permitiu apoderar-se indevidamente, de 2019 a 2021, de quantias que ascendem a um milhão e 720 mil euros".

Fonte da PJ adiantou à agência Lusa que os crimes — cometidos em Santa Maria da Feira, no distrito de Aveiro — tornaram-se possíveis porque a jovem "empresária" que apresentava "sinais exteriores de riqueza" ganhou a confiança dos investidores.

"Uma série de pessoas incautas entregou-lhe bastante dinheiro para investir neste negócio, que nunca existiu. Só mais tarde é que se aperceberam que estavam a ser enganados, que era um logro, pois não havia clínicas nenhumas", explicou a mesma fonte.

Detida esta quarta-feira, a indiciada responde pelos crimes de burla qualificada e de falsificação de documento e vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Fontes: JN.pt/CNN/website da PJ.pt. Ilustração: A área da Saúde é um grande filão que está a atrair também burlões. A saúde mental em gráfico: a prevalência em Portugal está entre as mais altas do mundo, segundo estudos recentes.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project