LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Portugal tem mais elétricos na rota carbono-zero 31 Dezembro 2019

A descarbonização nos transportes em Portugal prossegue e para este 2020 Lisboa apostou tudo numa frota de elétricos: 45 “bus” elétricos e mais 25 elétricos de carril que já estão comprados e começam a circular dentro em breve.

Portugal tem mais  elétricos  na rota carbono-zero

A prenda de Natal da empresa pública de transportes da capital portuguesa, Carris, deve entrar em circulação no novo ano. A mais próxima etapa na rota da descarbonização que visa atingir em 2040 a meta carbono-zero.

Os 45 “bus” elétricos vêm em dois lotes, 15 mais 30. Os 25 elétricos de carril apresentam-se em 15 articulados e 10 compactos de design antigo, os tradicionais amarelos (foto).

O primeiro lote de 15 “bus” elétricos — adquiridos em concurso público lançado em abril de 2018, com um preço base de 11,7 milhões de euros — deverá entrar em circulação no início deste 2020.

Os elétricos articulados de carril, de 28,5 metros de comprimento, reforçarão a frota atual da Carris de 10 elétricos articulados de carril e substituem os veículos a gasóleo da carreira 776, entre o Jardim de Algés e a Cruz Quebrada (cerca de 2 km de distância).

Estação de recarga

O terminal de transportes de Pontinha, na periferia de Lisboa, onde desde há cem anos são guardados os veículos, adaptou-se para ser estação de recarga — onde os “bus” da Carris carregarão as baterias.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project