SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Poste colocado na calçada do Centro Nacional de Reabilitação de Deficientes dificulta circulação das pessoas com deficiência 22 Setembro 2020

A Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC) exige as autoridades a retirada de um poste para a câmara de videovigilância implantado no meio da calçada da única via de acesso ao Centro Nacional de Reabilitação de Deficientes.

Poste colocado na calçada do Centro Nacional de Reabilitação de Deficientes dificulta circulação das pessoas com deficiência

Esta denúncia foi feita à Inforpress pelo instrutor do centro Gilvan Victor, alertando que o poste está a dificultar a circulação de pessoas com deficiência visual e física, já que o edifício alberga ainda o Centro Nacional Ortopédico e de Reabilitação Funcional, pelo que têm sido sistematicamente solicitados pelas pessoas com deficiência para os trabalhos ali prestados.

“Eles colocaram um poste para câmara de vigilância bem no meio da calçada. E para os cegos está complicado”, lamentou este responsável, que fez questão de reforçar este apelo, no sentido desse poste ser retirado e colocado num outro lugar.

Gilvan Victor considerou que a segurança pública se torna imprescindível, mas que deve ser preservado o direito à circulação das pessoas com mobilidade reduzida.

Segundo explicou, as pessoas, sobretudo os com deficiência visual e cadeirantes, já têm memorizado o itinerário pelo que este poste, colocado na semana passada, está a criar sérios embaraços, ainda mais quando se prepara para a abertura do ano lectivo neste centro funcional.

Preocupado com a inclusão social, Gilvan Victor sugere a deslocação do poste para um outro lugar, desde que não seja na via de acesso ao centro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project