INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Mais altos do mundo passaram de 183,9 cm para 182,9 em 20 anos 19 Setembro 2021

A altura média dos homens nascidos em 2001 no reino dos Países-Baixos é 182,9 centímetros, um centímetro menos do que a média da geração de holandeses/neerlandeses nascidos em 1980, noticiou-se esta sexta-feira, 17. Em média, a holandesa/neerlandesa nascida em 2001 mede 169,3 cm agora, menos 1,4 cm que em 1980, segundo estatísticas da Saúde mundial num estudo do Centraal Bureau voor de Statistiek/Gabinete Central de Estatística.

Mais altos  do mundo passaram de 183,9 cm para 182,9 em 20 anos

Apesar deste encolhimento, "os Países Baixos ainda são a nação mais alta do mundo", declarou o Gabinete Central de Estatística do país, citado esta sexta-feira, 17, pela France Presse.

Segundo os dados recolhidos por uma rede global de cientistas da saúde, no âmbito do projeto ’Colaboração de Fatores de Risco de Doenças Não-Comunicáveis’, os holandeses /neerlandeses, de ambos os sexos, são os mais altos do mundo. Entenda-se, de entre os que têm registos.

Depois do reino neerlandês, seguem-se as repúblicas do Montenegro, Estónia e Bósnia, para os homens, enquanto as holandesas estão acima das de Montenegro e Islândia e do reino da Dinamarca.

Nos antípodas estão as guatemaltecas e os timorenses, segundo o referido Centraal Bureau voor de Statistiek.

Elevam-se no pós-guerra

Dizem as estatísticas que até cerca de 1950 era nos Estados Unidos e na Escandinávia que nasciam as pessoas mais altas. Só com a geração nascida nos finais da década de 1950 é que os Países-Baixos tomaram o título, prosperando comparativamente ao início do século XIX quando "eram baixos para os padrões europeus e apenas começaram a crescer de forma acentuada na década de 1840".

Segundo o gabinete de estatísticas, terá sido o aumento da prosperidade e a "seleção natural em que homens e mulheres mais altos tinham mais filhos do que casais mais baixos" as principais razões desse rápido crescimento".

Atual encolhimento deve-se à imigração?

O estudo aponta que a imigração — em especial "de pessoas de origem não-ocidental", que "tendem a ser, em média, mais baixas"— é uma das causas explicativas desta mudança.

Mas além disso, o estudo indica que o crescimento também "estagnou" entre filhos e netos de originários dos Países Baixos.

"Junk food"? Desde 1980, os homens não cresceram em altura. Entre as mulheres regista-se uma "tendência decrescente". Tal poderá dever-se a um "limite biológico", mas também a "hábitos alimentares pouco saudáveis e consumo excessivo de energia na fase de crescimento", conclui o Centraal Bureau voor de Statistiek.

Caso Cabo Verde

’Criolos’ de Holanda? A referência aos imigrantes faz pensar logo nos cabo-verdianos da diáspora holandesa. Na Holanda fomos/somos altos? Não há estudos! Esperamos que se cumpra a tendência para o estudo nessa Holanda mais próxima (e faz sentido) que a Pasárgada na nossa música, diga-se aqui e agora. Evoca-se a música, que marca a genialidade cabo-verdiana, como escreveu nas páginas do Ponto e Vírgula (ou Raízes?) o mestre Baltasar Lopes. Adiante.

E por cá ... fomos/somos altos? Estudos de antropologia física em Cabo Verde nas décadas de 1950 a 1970, reproduzidos em boletins dedicados, indicam que a altura média dos cabo-verdianos era c. de 5 cm superior à dos portugueses ("metropolitanos"). Esta é uma informação que exige uma revisão, mas não pode ser aqui descartada (à falta de melhor).

Estudos divulgados sobre ’criolos’ de Holanda, ainda não há. Mas pode vir a haver nos próximos tempos caso se cumpra a promessa da nova geração cabo-verdiano-descendente que começa a ir para a universidade e mantém ligação à terra dos antepassados. Como vi há meia dúzia de anos, com um desses nascidos nos anos de 1980-90 que me deu a ler a sua dissertação sobre a música cabo-verdiana numa universidade de Roterdão.

— 
Fontes referidas. Fotos: A altura média dos homens nascidos em 2001 no reino dos Países-Baixos é 182,9 centímetros, um centímetro menos do que a média da geração de homens nascidos em 1980. As mulheres nascidas em 2001 medem agora uma média de 169,3 cm, menos 1,4 cm que as nascidas em 1980.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project