AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia: Candidatos prosseguem divulgação de plataformas com enfoque “nas pessoas” 18 Outubro 2020

A faltar sete dias para o dia das eleições autárquicas, as oito candidaturas ao Paços do Concelho, junto à Praça Alexandre Albuquerque, no Platô, continuam a divulgar as suas plataformas, seja nas deslocações porta-a-porta, seja nas redes sociais. Entre as diferenças e similaridades, todas versam o desenvolvimento do município e a melhoria da qualidade de vida dos capitalinos.

Praia: Candidatos prosseguem divulgação de plataformas com enfoque “nas pessoas”

É nesta linha que, o candidato do grupo independente à presidência da Câmara da Praia (L.U.T.A.), Carlos Lopes, conhecido pelo nome artístico Romeu di Lurdis, promete uma “câmara atenta às preocupações dos munícipes e sensível à resolução dos seus problemas”. Daí que, entre outros aspetos, reforça a necessidade de maior aproximação do poder local das associações locais, com pessoas preparadas para dar o seu contributo na restauração dos jovens, “capaz de darem a volta por cima” e mudar uma realidade que engloba elevada percentagem de desemprego juvenil, com as consequências daí advenientes, como elevada taxa de criminalidade urbana, em particular nas zonas periféricas da cidade.

Já a candidata apoiada pela Liga da Sociedade Civil, Any Reis, compromete-se a mudar significativamente a gestão camararia e trabalhar em prol da maior dignidade da população, visando na educação e formação profissional a melhor forma de combater o desemprego e a delinquência juvenil, para uma sociedade mais justa. Igualmente, Reis compromete-se a dar especial atenção aos moradores fustigados pelas chuvas de Setembro. A equipa da Sociedade Civil prosseguiu, este domingo, 18, com as atividades de contatos com o eleitorado da zona de Safende, Vila Nova e Ponta D’Água.

A afinar pelo mesmo diapasão da bandeira social, o candidato Óscar Santos Monteiro, do Movimento para a Democracia (MpD), faz constar na sua carteira de projetos uma aposta nos bairros “problemáticos”, através de uma parceria com o Centro de Emergência Social. Isso, com o objetivo de criar soluções para os jovens e crianças que estão envolvidos no alcoolismo e na droga. “A câmara fará o seu trabalho de tratamento e reintegração na sociedade, mas o principal apoio terá de partir das famílias que terão de estar sempre junto dos seus para ajudar a sua reintegração”.

A equipa da UCID encabeçada por Francisco Silva, diz, por sua vez, ter verificado, durante os contatos com a população, algum medo das pessoas em “sequer conversar” com a sua comitiva por “medo de perderem depois o seu trabalho”. Depois desta constatação, Silva afirma que a responsabilidade da UCID foi reforçada e uma das suas prioridades vai ser apostar também na “democratização da democracia”.

A candidatura do Partido Popular, encabeçada por Amândio Vicente Barbosa, assegurou que, caso venha a ganhar as eleições, vai apostar na melhor organização do setor dos transportes para a promoção da mobilidade entre os bairros da cidade. Em parceria com as entidades responsáveis “vamos trabalhar no sentido em que as pessoas possam ter uma perspetiva do horário de chegada dos transportes, podendo deste modo, organizar melhor as suas vidas”.

Outro representante do PP, Benvindo dos Reis acrescenta como solução para o descongestionamento da cidade, construir um terminal de passageiros junto ao Estádio Nacional, para receber os Hiaces que fazem a ligação da Praia com os restantes municípios do interior e norte da ilha de Santiago.

Em complementaridade, far-se-á o licenciamento de novas linhas de autocarro, através da circular da Praia, para transportar as pessoas que chegam ao referido terminal com destino às diferentes artérias e bairros da capital.

O candidato do PAICV, Francisco Carvalho, declarou que as suas propostas centralizam-se sobretudo nas zonas periféricas da capital, com o objetivo de melhorar o tratamento das encostas, o acesso às entradas para as casas dos moradores, bem como da correção da ribeira, entre outras. Ainda pretende apostar na área cultural, ou seja, num programa “ambicioso” para os artistas, onde a câmara não vai ser um ator, mas sim um facilitador do processo.

Em nome do grupo independente, DJa Sta Bom”, o cabeça de lista para a Assembleia Municipal da Praia, Miguel Barros, afirma o compromisso da sua plataforma em trabalhar para mais rigor, fiscalização e participação populacional.

“Dja Sta Bom”, que tem como objetivo contribuir para que todos participem na vida política e melhorar as condições de vida de todos os praienses, defende, na voz de Barros, que, caso seja eleito, vai “provocar reformas profundas no sistema político, social e local da cidade”. Mais, afirma a sua abertura a críticas, “pelo que esperamos que todos os praienses participem, manifestando seu descontentamento quando não consultado para a realização de obras que mexem com a sua cidade e a sua vida”.

Quanto a candidatura do grupo independente (MJT), liderado por Jeremias Garcia, não obstante afirmar ser o seu “blackout” à imprensa apenas direcionada aos órgãos públicos de comunicação social (leia-se, RTC/RCV e Inforpress), remete-nos à sua página oficial do MJT no Facebook (ver link: https://www.facebook.com/MJT2020CV) para quaisquer informações.

A julgar pelo que vimos, Furtado também dedica especial atenção aos bairros da periferia e aos desafios sociais como desemprego juvenil, criminalidade juvenil e urbana, urbanização e ordenamento do território, distribuição de terrenos, entre outros. Ele que, no sábado, esteve com a sua caravana no bairro de “Fundo Cobon”.

Até o fecho das campanhas eleitorais, no dia 23 de outubro, todos os candidatos pretendem continuar a percorrer as várias artérias da cidade da Praia e levar as suas plataformas e ideias para o máximo número de eleitores possíveis.
KS(Estagiária)\ Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project