CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia: Comunidade da Achada Grande Frente ganha Miradouro Bubs Ponta Cais 12 Fevereiro 2022

A representação da FAO em Cabo Verde, a Câmara Municipal da Praia e demais parceiros inauguraram hoje a praça do Miradouro Bubs Ponta Cais, em Achada Grande Frente, na Cidade da Praia, no âmbito da Iniciativa Cidades Verdes.

Praia: Comunidade da Achada Grande Frente ganha Miradouro Bubs Ponta Cais

Em declarações à imprensa, a representante da FAO, Ana Touza, explicou que este projecto é uma continuação da Iniciativa Florestas Urbanas em que está a trabalhar não só a FAO e a Câmara Municipal da Praia, como também a União Europeia, as ONG que trabalham na comunidade, como a África 70 e a Associação Pilorinhu, e o Ministério da Agricultura e Ambiente.

“Chegamos a este objectivo hoje, estamos muito felizes de poder fazer a inauguração deste miradouro que tem o nome de um jovem empreendedor desta comunidade que faleceu há pouco tempo”, acrescentou, informando que o custo da obra ronda 80 mil euros.

Ana Touza disse ainda estar segura de que este é o início de um trabalho a continuar com todos os parceiros para se fazer outras intervenções na cidade e outras cidades de Cabo Verde, estando, inclusive, numa fase de identificação de outras duas.

Por seu turno, o presidente da Câmara Municipal da Praia, Francisco Carvalho, ressaltou que esta obra tem “muito significado” para a Praia e para a câmara que dirige, por ser “um sinal importante” da aposta que está a ser feita nas questões ambientais.

“Aqui havia um espaço que era praticamente aquilo que se chama de ‘cobon’ [lixeira] e hoje está transformado num espaço agradável e com muitas valências. Tem espaço para as crianças brincarem, para pessoas idosas fazerem exercícios e depois está integrado numa nova visão para a cidade”, acrescentou.

Francisco Carvalho disse ainda que se está perante “um grande trabalho” que a FAO conseguiu fazer juntamente com vários actores.

“É muito importante ainda sublinhar que aquilo que está a ser feito aqui hoje é uma linha que continuaremos a seguir na cidade, ou seja, recuperar os espaços abandonados, dando, ao mesmo tempo, novos sinais que são de valorização do ambiente e um profundo sinal da participação da comunidade na gestão e no cuidado para que se possa criar um espírito colectivo que é preciso na Praia para podermos trazer o desenvolvimento, de facto”, pontuou o uatarca. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project