Festival

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia: Dj alemã Lilli Palmer é destaque do I Festival de Música Electrónica “Terra Sagrada” 06 Novembro 2022

A DJ alemã Lilly Palmer é o destaque do I Festival de Música Electrónica, denominado “Terra Sagrada”, a acontecer de 24 a 26 de Novembro na praia de São Francisco, situada a 20 quilómetros da Cidade da Praia.

Praia: Dj alemã Lilli Palmer é destaque do I Festival de Música Electrónica “Terra Sagrada”

Em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para a apresentação do festival, Anna Topliysky, uma das promotoras do evento, disse que se trata de uma artista número dois mundial em música techno e com mais de um milhão de visualizações nas redes sociais.

Anna Topliysky destacou ainda a participação do “conhecido” Dj Hebraico e Boddy Satua, que esteve no “Escape”, realizado no passado mês de Agosto, também na Praia de São Francisco.

“É um tipo de música que não se conhece muito, mas realmente vai ter uma visibilidade mundial muito grande”, perspectivou a responsável, informando que para a realização deste certame o orçamento é muito “elevado”.

Por sua vez, o vereador da cultura da Câmara Municipal da Praia, Jorge Garcia, enalteceu a realização, pela primeira vez, de um festival techno, “que é a terceira forma musical mais ouvida no mundo e com um mercado de um milhão e meio de potenciais ouvintes”.

No entanto avançou que a edilidade praiense se associou a esta iniciativa pela sua “forte” vertente ecológica e ambiental que se agrega a este festival, com a preocupação de plantação de árvores e sob o lema “Zero Lixo”.

Este festival, segundo o vereador, será o pontapé de saída para dinamizar a praia de São Francisco para a realização de outros eventos desta natureza e não descartou a possibilidade de, no próximo ano, ser o palco do festival de Gamboa.

“É uma praia que tem potencial para a realização de outros grandes espetáculos (…) e este festival vai funcionar como uma espécie de projecto piloto e futuramente a câmara vai proporcionar outros eventos de grande envergadura na praia de São Francisco”, apontou.

Em termos de custos, informou que este festival está orçado em mais de 15 mil contos, “mas a câmara não vai se arrepender”.

“Garantimos que vai ser um evento de sucesso porque a nossa preocupação é revelar a praia de São Francisco para o mundo e colocar Cabo Verde e Santiago no centro mundial da música eletrónica”, adiantou.

O certame, organizado pela 1456 Produções, vai contar com o concurso do mundo inteiro em representação de países como Quénia, África do Sul, França, Luxemburgo e Estados Unidos da América.

Aero Manyelo, Cincity, Coco Em, Cosmic Boys, Fakear, Floyd Lavine, Markus Volker, Nure, Netty Hugo, Parra For Cuva e And More são os artistas e grupos já confirmados para o Terra Sagrada São Francisco 2021.

De acordo com os mentores, 10 por cento da receita deste festival ecológico destina-se à plantação de árvores em São Francisco e formação para a comunidade local.

O 1456 produções quer aproveitar a idealização deste festival para dar mais visibilidade internacional a Cabo Verde, pois considera que a música electrónica, a terceira melodia mais ouvida do mundo, seguida da música pop e de rock, tem o seu público específico e leal.

A organização quer aproveitar este ensaio em Cabo Verde para expandir o festival de música electrónica em África. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project