SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia: Igrejas lembram na Páscoa o sacrifício de Jesus para trazer esperança e salvação ao seu povo 15 Abril 2022

As igrejas Adventistas e do Nazareno deixam uma mensagem de esperança neste período pascal, em que recordam o sacrifício de Jesus e a importância da sua morte para trazer esperança e salvação ao seu povo.

Praia: Igrejas lembram na Páscoa o sacrifício de Jesus para trazer esperança e salvação ao seu povo

Em entrevista à Inforpress, o presidente da Associação das Igrejas Adventistas de Cabo Verde, Natalino Martins, e o superintendente da igreja do Nazareno, David Araújo, avançaram que celebram a Páscoa como sendo um momento importante para lembrar aquilo que Jesus fez para o seu povo.

O pastor Natalino Martins explicou que normalmente neste tempo fazem uma semana de oração, denominada de Semana Santa, que termina no dia da Páscoa, com mensagens voltadas para a morte de Jesus.

“É o momento de pensarmos naquilo que Cristo fez ao nosso favor, que foi um momento de muita luta para entregar a sua vida a nosso favor. Foi um momento bastante triste, ressuscitou e deixou esperança para nós. Vivendo num mundo que vivemos hoje, com situação cada vez mais difícil então devemos lembrar do seu sacrifício para trazer esperança e salvação para nós”, afirmou.

Para o pastor, neste “tempo difícil” deve prevalecer a força e confiança em Deus, acreditando que, assim como Cristo ressuscitou da morte, também um dia “consigamos alcançar a vitória”.

“Devemos confiar bastante em Deus, entregar nossas vidas a Ele, viver em harmonia com a Sua palavra, e vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil na qual vivemos hoje”, assegurou.

Para celebrar a Páscoa, informou, realizam ainda, no domingo, um concerto musical, na igreja do Palmarejo, a partir das 19:00, sendo o momento aproveitado para reflectir por meio de músicas a morte de Jesus.

Segundo ainda a Inforpress, o superintendente da igreja do Nazareno, David Araújo, considerou, por seu lado, a Páscoa como uma das maiores festas da cristandade, por celebrar a ressurreição de Cristo, sublinhando que todo o fundamento da fé está na sua ressurreição.

“O povo de Israel celebrava a Páscoa que era a libertação, a passagem de escravidão para a libertação, e nós também celebramos esta data com muito entusiamo. A Páscoa tem uma grande importância para nós, porque Cristo fez o sacrifício em nosso lugar, nós é que devíamos ser sentenciados por causa do pecado, mas ele tomou a nossa condição e com a sua morte expiatória, através do seu sangue, nós temos a nova vida”, frisou.

Por isso, deixou uma mensagem de vida, de esperança, de modo que todos aqueles que estejam “mergulhados na sombra da morte” possam receber a luz do evangelho que chega e a nova vida que Cristo oferece, com esperança no regresso de Jesus Cristo como o Senhor do universo.

Durante o período pascal, afirmou que a Igreja do Nazareno tem dedicado momentos de reflexão, com estudo da palavra de Deus, sendo que no domingo de Páscoa realizam no período de manhã uma alvorada para lembrar o contacto que as mulheres tiveram com o túmulo vazio de Jesus Cristo.

Acrescentou ainda que neste dia, a igreja tem um programa dominical que inclui actividades para todas as classes e faixas etárias, um culto de celebração com baptismos, que culmina com cânticos de vitória, refere a fontes deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project