SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso que abala Praia: Mãe de adolescente sequestrada e violada pede justiça – irmão de nove anos “amarrado” e obrigado a assistir a cena toda 26 Maio 2021

As autoridades judiciais e o Instituto Caboverdiano da Criança e do Adolescente (ICCA) estão a acompanhar o caso de uma adolescente de 14 anos, que foi sequestrada e agredida sexualmente, na semana passada, por dois homens, no bairro de Safende, na cidade da Praia. O irmão de nove anos, que se fazia acompanhar da vítima, foi amarrado e obrigado a assistir toda cena cruel. Desesperada com a gravidade deste fato, a mãe da vítima, Jacinta Veiga, clama por justiça, por temer pela vida dos filhos já que os supostos autores de tais crimes continuam por ser detidos pelo poder judicial. O caso, que continua a mobilizar a opinião pública nacional, está a merecer o repúdio por parte de várias figuras e entidades cabo-verdianas ligadas à proteção de crianças e adolescentes.

Caso que abala Praia: Mãe de adolescente sequestrada e violada pede justiça – irmão de nove anos “amarrado” e obrigado a assistir a cena toda

Em declarações à Rádio de Cabo Verde, Jacinta da Veiga confessa que vive o drama da filha - sequestrada e violada - faz já uma semana. Sabe-se que na passada segunda-feira, Jacinta, acompanhou a filha à Polícia Judiciária (PJ) para apresentar queixa do sucedido - a PJ prometeu fornecer mais informações sobre o caso ao Asemanaonline.

Consta, no entanto, que já foi colhida amostra de sangue para despiste de HIV e outros exames. “A progenitora Jacinta da Veiga, que diz que desde o acontecimento não tem sequer dormido, clama por justiça e teme pela segurança dos seus filhos”, diz a mesma fonte citada pelo jornal A Nação.

É que, segundo apurou o Asemanaonline, passado uma semana da corrência deste caso, com controno crueis e que está abalar cidade da Praia e Cabo Verde em geral, ainda a Polícia Judiciaria não anunciou a detenção de possíveis atores de tais crimes, que, continuando soltos, podem, segundo familaires da vitima, voltar a cometer, a qualquer momento, crimes da mesma natureza.

Relato de como aconteceu este caso grave

O caso, com a cena cruel, está a merecer o repúdio e protestos por parte de várias personalidades e instituições da sociedade cabo-verdiana, como se verificou no debate sobre o assunto registado, hoje, na Rádio Nacional.

Conforme relato da mãe da vítima referido pelo jornal A Nação, a adolescente teria sido sequestrada por volta das 18:30 horas, amarrada e escoltada para dentro de um bueiro e, quando foi libertada, já passava das 19:00 horas.

Segundo a mesma fonte, o irmão de nove anos também foi amarrado e obrigado a assistir tudo, “para aprender”, conta Jacinta da Veiga, segundo a qual, os dois irmãos menores só teriam chegado em casa, chorando e contado o ocorrido momentos antes.

“Como alguém pode fazer isso a uma criança e ainda deixar o irmão amarrado a assistir toda a cena”, questiona a mãe, que clama pela justiça e exige que a filha receba acompanhamento psicológico e de autoridades, escreve o A Nação.
Segundo a mesma fonte, a vítima não conseguiu identificar os autores do crime, mas há suspeitas. “Disse que foram dois rapazes, que podem ter entre os 16 e 18 anos de idade. E supostamente serão os mesmos que assaltaram uma senhora momentos depois, aqui perto”, explica Jacinta da Veiga, acrescentando que um destes suspeitos passa “frequentemente“, perto da sua residência, mas que não consegue lhe encarar, nem a ela nem à filha.

Entretanto, na passada segunda-feira, Jacinta acompanhou a filha à Polícia Judiciária (PJ) para apresentar queixa sobre o sucedido. Aguarda-se agora o desenrolar do processo da investigação e a detenção dos possíveis autores de tais práticas com o apuramento das devidas responsabilidades criminais pelo poder judiciail. O Asemanaonline conta retomar, numa das suas próximas ediçoes, este caso com mais informações.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project