CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia: Moradores de Pensamento indignados com colocação de asfalto sem trabalho prévio nas encostas 05 Outubro 2020

Um grupo de moradores de Pensamento, na Cidade da Praia, manifestou, este domingo, o seu descontentamento com a colocação do asfalto na estrada principal de Pensamento, sem a limpeza da via e sem intervenção nas encostas.

Praia: Moradores de Pensamento indignados com colocação de asfalto sem trabalho prévio nas encostas

Estes moradores, que convocaram a imprensa para cobrir uma manifestação, foram impedidos pela Polícia Nacional de se manifestarem, uma vez que, segundo as autoridades, deveriam ter comunicado esta ação 72 horas antes e não 24:00.

Entretanto, exercendo os seus direitos de cidadãos, este grupo falou à comunicação social para fazer com que as suas vozes sejam ouvidas pelas autoridades municipais.

Em nome dos moradores, Eliane Sanches disse que não estão contra a colocação do asfalto, mas que não querem apenas um trabalho para “embelezar” a rua principal, enquanto as outras ruas continuam “sujas”.

“Queremos que criem as condições antes de colocar o asfalto na estrada. Nós queremos asfalto e há muito tempo que reivindicamos isso, mas o problema é que as encostas estão todas sujas, e a via está cheia de terra por causa das últimas chuvas. Vamos ficar com a rua principal bonita, com asfalto, enquanto as outras ruas estão cheias de terra”, criticou a moradora Eliane Sanches.

Esses moradores pedem que seja realizado um trabalho “bem feito”, com limpeza das estradas e nas encostas, isto é, preparar todo bairro antes desta intervenção.

“Queremos que nos ouçam e façam o que deve ser feito. Não queremos que venham aqui fazer um trabalho mal feito, agora, para amanhã voltarem a fazer o mesmo trabalho e gastar mais dinheiro”, disse, sublinhando que isso será um desperdício de recursos, num momento que outras zonas também precisam de intervenção.

Devido à situação da pandemia do novo coronavírus, estes moradores resolveram não se aglomerar para esta manifestação, mas prepararam um abaixo-assinado para entregar à Câmara Municipal da Praia, onde vão demonstrar os seus descontentamentos com esta asfaltagem sem preparar o bairro, antes, para a receber.

Em reacção, o vereador de Infra-estrutura da Câmara Municipal da Praia, Manuel Vasconcelos, que esteve no local, disse que “ninguém, com senso”, fará uma asfaltagem sem ter a drenagem das encostas, tendo garantindo que estão a fazer os dois trabalhos aos mesmo tempo.

“É uma das piores vias da Cidade da Praia (…). Nós estamos a fazer as duas obras ao mesmo tempo (…) para protegermos o investimento e para termos uma boa obra. A câmara nunca fará uma má obra, sabemos isso muito bem”, assegurou.

Este procedimento de colocação de asfalto e de drenagem de água simultaneamente, segundo a mesma fonte, tem sido prática e tem tido “bons resultados” na drenagem de água pluviais, nos bairros de Achadinha e de Vila Nova.

Manuel Vasconcelos acusou o Partido Africano de Independência de Cabo Verde (PAICV) de estar por detrás desta manifestação, que, a seu ver, é “desnecessária e não tem razão de ser”.

“Nós estamos incrédulos. Estamos a ver o desnorteamento do PAICV que não tem ideia clara para Praia e anda atrás das pessoas incentivando as manifestações”, acusou.

A Inforpress promete uma reação, posteriormente, do PAICV sobre esta acusação. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project