SERÁ NOTÍCIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Praia: Procultura inicia seminário especializado em literatura infantojuvenil 26 Janeiro 2020

No âmbito do projeto Procultura PALOP-TL, terá lugar nesta segunda-feira, 27, na Faculdade de Educação e Desporto (FaED) de Achada de Santo António, cidade da Praia, a cerimónia de abertura do seminário especializado no ensaio literário intertextual, baseado em Obras Infanto-Juvenis. O evento contará com a participação de representantes do Ministério da Educação, da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV/FaED), da Embaixadora de Portugal em Cabo Verde, Helena Paiva, e da Embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa.

Praia: Procultura inicia seminário especializado em literatura infantojuvenil

Neste Seminário, que terá uma carga horária de 16 horas, participam cerca de 30 professores universitários e profissionais de educação com elevado conhecimento e experiência em Literatura Infantojuvenil, segundo um comunicado enviado a este diário digital.

Até Abril deste corrente ano, o Procultura irá ainda, apoiar a realização de mais dois cursos de Literatura Infanto-uvenil, nas cidades da Praia e do Mindelo, tendo como formador, o Miguel Gullander, Mestre em Pedagogia para o Desenvolvimento, docente de Língua Portuguesa de formação e escritor com várias obras publicadas.

Esta ação, conforme o documento, tem como objetivo formar pelo menos 480 educadores de infância e professores do ensino básico na utilização da literatura como recurso de ensino-aprendizagem, nos PALOP e Timor-Leste, para estímulo da leitura em idade precoce e criação de novos leitores.

De sublinhar que Procultura é uma Ação do Programa Indicativo Multianual PALOP - Timor-Leste e União Europeia, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões, IP e pela Fundação Calouste Gulbenkian. Tem por objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP e em Timor-Leste, com um orçamento de 19 milhões de euros até 2023.

“Esta ação está enquadrada nos princípios do Consenso Europeu em matéria de desenvolvimento (O Nosso Mundo, a Nossa Dignidade, o Nosso Futuro), nomeadamente, pelo reconhecimento de que a cultura favorece “a inclusão social, a liberdade de expressão, a formação da identidade, o empoderamento civil e a prevenção de conflitos” e pela intenção da União Europeia e dos seus
Estados membros de fomentar a economia e as políticas culturais quando estas contribuam para alcançar o desenvolvimento sustentável”, lê-se na nota.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project