ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Preços de produtos importados por Cabo Verde aumentam 1,1% em novembro 22 Dezembro 2022

Os preços dos produtos importados por Cabo Verde aumentaram 1,1% em novembro, valor inferior em 0,3 pontos percentuais face ao registado no mês anterior, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Preços de produtos importados por Cabo Verde aumentam 1,1% em novembro

Segundo o Índice de Preço no Comércio Externo, se comparado como o mês de novembro do ano passado, no mês passado os preços dos produtos importados aumentaram 19%.

No período em análise, registaram aumentos nos bens de consumo (0,6%), justificados com a subida dos preços de produtos alimentares primários (3,6%) e de produtos alimentares transformados (0,5%).

“Esse aumento foi atenuado com a diminuição dos preços de outros bens de consumo não duradouros (-10,2%)”, explicou o INE.

Por outro lado, o preço dos bens Intermédios diminuiu (-0,1%), explicado, essencialmente, com a descida dos preços de produtos transformados para indústrias várias (-4,9%) e de outros produtos transformados (-4,9%).

“Essa diminuição foi atenuada com o aumento dos preços de produtos transformados para a carpintaria (18,9%)”, prosseguiu aquele instituto cabo-verdiano, avançando ainda que a diminuição dos preços dos bens de capital (-2,4%) deve-se à descida de preços de máquinas (-3,3%).

Nas importações por principais secções, em novembro registaram-se aumentos mais expressivos de preços de animais vivos e produtos do reino animal (3,9%), bem como gorduras e óleos animais ou vegetais, gorduras alimentares elaboradas, cerras de origem animal ou vegetal (7,3%) e metais comuns e suas obras (5,4%).

Por outro lado, registaram reduções de preços nos produtos do reino vegetal (-1,4%), produtos das indústrias alimentares, bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres, tabaco e seus sucedâneos manufaturados (-0,6%) e madeiras, carvão vegetal e obras de madeira, cortiça e suas obras (-23,8%).

“Essas diminuições contribuíram para atenuar a evolução positiva do Índice Global da importação”, salientou o INE.

Os índices subjacentes e voláteis na importação registaram acréscimos de 0,9% e de 1,8% respetivamente, face ao registado no mês anterior.

Comparativamente ao mês de novembro 2021, os índices subjacente e volátil na importação registaram acréscimos de 18,9% e 19,3%, respetivamente, prosseguiu ainda a mesma fonte.

Quanto ao índice de preços da exportação, em novembro registou um aumento 2,2% face ao mês anterior, enquanto a taxa de variação homóloga fixou-se em 7,8%.

Nesse período, os índices subjacente e volátil na exportação registaram acréscimos de 1,1% e de 5,1% respetivamente, face ao registado no mês anterior, enquanto aumentaram 5,1% e 15,7% respetivamente comparativamente ao mês de novembro de 2021.

Já o índice de termos de troca registou um aumento de 1,0%, comparativamente ao mês anterior, enquanto a taxa de variação homóloga fixou-se em -9,4%.
A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project