ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos 8,0%, no quarto trimestre de 2020 25 Janeiro 2021

No quarto trimestre de 2020 a taxa de variação homóloga registada pelo Índice de Preços Turísticos (IPT) foi de -8,0%, resultado inferior em 7,1 pontos percentuais (p.p.) face ao valor registado no trimestre anterior. A variação trimestral observada no período em análise foi de -6,2%, inferior em 5,0 p.p. ao valor registado no trimestre anterior que apresentou uma variação de -1,2%, reflexo do padrão de sazonalidade deste indicador. No quarto trimestre de 2019 esta variação tinha sido positiva e relativamente intensa (1,0%), situando-se 7,2 p.p. abaixo da atual. No ano de 2020 os preços dos serviços turísticos apresentaram uma taxa de variação de -3,0% face ao ano anterior.

Preços da oferta turística diminuíram em termos homólogos 8,0%, no quarto trimestre de 2020

Variação Homóloga Trimestral: -8,0%

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto nacional de Estatísticas (INECV), a classe dos Hotéis, Cafés e Restaurantes apresentou uma variação homóloga de -8,1%, 7,2 p.p. abaixo da que se verificou no trimestre anterior. A esta variação correspondeu uma contribuição de -8,0 p.p. para a variação do IPT Total.

Note-se que a componente do Alojamento, que corresponde a 67,8% da despesa turística, com especial destaque para as Pensões que correspondendo a 64,5% da despesa turística total, registaram uma contribuição negativa (-0,01 p.p.) de sinal idêntico à do trimestre anterior, mas de menor intensidade (0,004 p.p.).

Ainda de acordo com o INECV, a Restauração cujo peso representa cerca de 31,1% da despesa turística, apresentou uma contribuição negativa (-0,67 p.p.) ligeiramente mais fraca (-0,21 p.p.) que a do trimestre anterior (Gráfico 2). "Note-se que o movimento dos preços das dormidas em Hotéis (com uma contribuição de 7,2 p.p.) e dos Aldeamentos Turísticos (estes com uma menor contribuição negativa de -0,08 p.p.) foram completamente determinantes para este comportamento do IPT total", diz o Relatório.

Uma componente do IPT apresentou contribuição de sentido oposto à das restantes, nomeadamente Café bares e similares (0,001 p.p.). De notar ainda, cinco componentes do IPT que apresentaram contribuições negativas, tais como Restaurantes (-0,67 p.p.), Residenciais (-0,001 p.p.), Pensões (-0,006 p.p.), Pousadas (-0,005 p.p.) e Hotéis apartamentos (-0,004 p.p.). O nível médio dos preços das restantes componentes manteve-se praticamente constante em relação ao trimestre homólogo.

Variação Trimestral: -6,2%

Conforme os dados do INECV, a taxa de variação no trimestre em análise foi de -6,2%, inferior em -5,0 p.p. à registada no trimestre anterior em que se situara em -1,2%. No mesmo trimestre do ano anterior verificara-se igualmente uma variação em cadeia positiva (1,0%), superior em 1,0 p.p. à do quarto trimestre de 2019." Estes resultados são a consequência de movimentos sazonais de natureza mensal, com particular incidência na componente de Alojamento", diz a fonte.

Concretamente, a variação deste trimestre face ao anterior revela, contrariamente ao trimestre anterior, uma quebra dos preços dos Serviços de Alojamento. Nos serviços prestados por Hotéis verificou-se uma diminuição dos preços (-9,1%) e nos Aldeamentos Turísticos (-4,1%), Hotel-apartamento (-0,9%), Pensões (-0,6%) e as Residenciais (-0,4%). Nos restantes serviços turísticos registaram-se variações nulas face ao trimestre anterior.

Variação Anual: -3,0%%

Ainda segundo o INECV, no ano de 2020 os preços dos serviços turísticos apresentaram uma taxa de variação de -3,0% face ao ano anterior que corresponde a uma diminuição do nível médio de preços destes serviços face a 2019. Com efeito, desde o início da série que este é a segunda maior redução observada nos preços dos serviços turísticos. Registaram-se quebra dos preços médios anuais em Santo Antão (-0,7%), Sal (-1,6%) e Boa vista (-4,6%). Boa Vista foi a ilha que apresentou a quebra de preços mais intensa (-4,6%). O movimento do IPT Total é determinado pela classe dos Hotéis, Restaurantes, Cafés, Bares e similares que registaram uma variação dos preços médio de -3,1% face ao ano anterior.

Índices Regionais

Já ao nível das Ilhas, quase todas elas apresentaram variações trimestrais de sinal negativo (respetivamente Sal -6,1%, Boavista -1,6%, Santo Antão -0.2% e São Vicente -0,1%) que determinaram fortemente o movimento do IPT Nacional. A ilha do Santiago registou uma variação praticamente nula (0,006%). "A atividade turística nesta ilha corresponde a cerca de 25,2% da atividade a nível nacional", conclui o estudo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project