ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Preços do trigo em alta, Índia proibe exportação — G7 critica 15 Maio 2022

A União Indiana proibiu a exportação de trigo desde esta sexta-feira, que justifica pela onda de calor que arruinou a colheita deste ano, segundo o ’Times of India’. O segundo país mais povoado está no top-5 de produtores de trigo — China, Índia, Rússia, Estados Unidos e França — mas as necessidades de consumo estão a agravar-se com a alta mundial de preços no contexto da guerra no leste europeu.

Preços do trigo em alta, Índia proibe exportação — G7 critica

Segundo estatísticas globais, a produção anual de trigo atinge mais de 765 milhões de toneladas. A China produz quase 1/6, 133.601.131 t.

A Índia atinge os 103,5 milhões de toneladas e a Federação Russa 74,4 milhões.

Os Estados Unidos produzem c. 52,3 milhões de toneladas e a França 35,8 milhões /t.

A reação do G7 foi imediata a condenar a Índia, por esta medida "que vai agravar o abastecimento mundial de cereais" no contexto da guerra em curso na Ucrânia.

Mas o segundo país mais povoado do mundo justifica que a medida visa salvaguardar a segurança alimentar dos seus mais de 1300 milhões de habitantes.

Inflação mundial. Vários países têm vindo a limitar a exportação ante a incerteza económica gerada pela alta de preços conduzida pela inflação crescente desde fevereiro: //www.businessinsider.com/food-protectionism-countries-restrict-exports-security-inflation-wheat-palm-beef-2022-5?r=US&IR=T#1-russia-has-restricted-wheat-and-sunflower-oil-shipments-2.

Fontes: India Times/N Y Times/BBC/... Foto: Reuters.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project