ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Preços dos combustíveis descem a partir desta quinta-feira em média 7,04% 30 Novembro 2022

Os preços dos combustíveis descem a partir desta quinta-feira, em média 7,04%, anunciou hoje a Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME), indicando que a descida abrange tanto a gasolina como o gasóleo.

Preços dos combustíveis descem a partir desta quinta-feira em média 7,04%

De acordo com a nova tabela citada pela Inforpress, a gasolina passa a ser vendida por 143,90 escudos por litro, com uma descida de 4,19 por cento (%); o petróleo a 167,40 escudos por litro, com diminuição de 0,62%; o gasóleo normal a 157,10 com descida de 4,23%, o gasóleo para eletricidade a 148,10 diminuindo em 9,97%; o gasóleo marinha a 124,50, descendo em 10,75%; o fuel 380 a 100,70, diminuindo em 7,78% e o fuel 180 a 106,70% com diminuição a volta de 8,33%.

O gás butano passa a ser vendido a granel por 157,70 escudos por quilo, sendo que as garrafas de 3Kg passam a ser comercializadas a 449,00 escudos, as de 6 Kg a 946,00 escudos, as de 12,5Kg, a 1.971,00 escudos e as de 55Kg, a 8.672,00 escudos.

De acordo com a ARME, tudo somado os preços correspondem a um decréscimo médio dos preços dos combustíveis de 7,04%.

Segundo a Inforpress que reporta ARME, quando comparado com o período homólogo (Dezembro de 2021), a variação média dos preços dos combustíveis corresponde a um aumento de 27,78% e, relativamente à variação média ao longo do ano em curso, corresponde a um acréscimo de 0,89 por cento.

Essa descida, de acordo com a mesma fonte, deveu-se a alguma volatilidade nas cotações do petróleo Brent nos mercados internacionais, registando decréscimos médios de 1,59% (90,97 USD), quando comparadas às cotações do mês de outubro (92,44 USD).

A entidade recorda que para a presente actualização de preços dos combustíveis teve-se em consideração a Lei n.º 13/X/2022, de 30 de junho, que altera as taxas de Direitos de Importação (DI) e as taxas de Imposto sobre o Consumo Especial (ICE), constantes da Pauta Aduaneira, aprovada pela Lei n.º 49/IX/2019, de 27 de Fevereiro.

A Lei acima referida reduz, igualmente, a taxa de DI sobre a Gasolina, de 20% para 10%, assim como sobre o Fuel 180 e 380, de 5% para 0%, respectivamente. O mesmo diploma reduz, ainda, a taxa de ICE sobre o Gasóleo e a Gasolina, mudando de 10% para a específica seis escudos por litro, e produz efeitos de 1 de julho até 31 de dezembro de 2022”, esclarece.

Os novos preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados, vigora entre 01 e 31 de dezembro de 2022, conclui a fonte deste jornal.

PC/JMV

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project