Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Presidenciais 2021: Osvaldo Barbosa sem assinaturas suficientes para formalizar candidatura 16 Agosto 2021

O cidadão Osvaldo Barbosa, que tinha anunciado a sua intenção de candidatar-se às eleições presidenciais de 17 de Outubro, não conseguiu assinaturas suficientes para formalizar a sua candidatura junto do Tribunal Constitucional.

Presidenciais 2021: Osvaldo Barbosa sem assinaturas suficientes para formalizar candidatura

Em declarações à Inforpress, o pré-candidato ao cargo de Presidência da República explicou que dificuldades na deslocação para outras ilhas o impediu de alcançar as 1.000 assinaturas, que é o número mínimo de subscrição aceite pela lei para se apresentar uma candidatura presidencial.

“Infelizmente consegui apenas cerca de 600 assinaturas só na ilha de Santiago. Se eu tivesse deslocado para as outras ilhas conseguiria a parte restante para apresentar a minha candidatura, mas eu não desisti”, disse Osvaldo Barbosa prometendo trabalhar desde muito cedo para participar na próxima eleição daqui a cinco anos.

Osvaldo Barbosa de 48 anos, natural da ilha de Santiago e mecânico de profissão, tinha anunciado que era candidato às eleições presidenciais de Outubro no dia 21 de Junho e tinha declarado que estava a fazê-lo com sentimento de “orgulho, patriotismo e de boa-fé”.

Conforme lembra a Inforpress, até esta segunda-feira, 16, três candidatos já formalizaram a candidatura presidencial junto do Tribunal Constitucional, designadamente o ex-primeiro-ministro e presidente do PAICV, José Maria Neves, o antigo primeiro-ministro e antigo presidente do MpD, Carlos Veiga e o engenheiro naval Fernando Rocha Delgado.

Outras desistèncias e candidaturas

Quanto aos outros pré-candidatos, ou seja, cidadãos que tinham manifestado a intenção de concorrer, o professor Daniel Medina anunciou hoje a sua desistência e o empresário Marco Rodrigues ficou impedido pela Constituição da República por causa da dupla nacionalidade.

Já o advogado e ex-deputado do MpD, Hélio Sanches, e o ex-coordenador da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), Péricles Silva, outros dois pré-candidatos contactados pela Inforpress, indicaram que estão a ultimar a documentação para formalizar, dentro do prazo legal, as suas candidaturas.

De acordo com o calendário eleitoral, publicado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), o prazo para a apresentação das candidaturas às eleições presidenciais de 17 de Outubro termina no dia 18 de Agosto, sendo que o sorteio da ordem a atribuir às candidaturas nos boletins de voto vai ser realizado no dia seguinte, 19 de Agosto.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project