ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Presidente eleito encontra-se com o chefe do Governo para lhe reiterar sua disponibilidade em colaborar com o executivo 22 Outubro 2021

O Presidente da República eleito, José Maria Neves, foi hoje ao Palácio do Governo reiterar ao primeiro-ministro, a sua disponibilidade para colaborar com o executivo no sentido de se encontrar as melhores soluções para o País.

Presidente eleito encontra-se com o chefe do Governo para lhe reiterar sua disponibilidade em colaborar com o executivo

“O Presidente da República tem de ser um parceiro do Governo na busca de soluções para o País”, afirmou, segundo a Inforpress, o recém-eleito Presidente da República à imprensa à saída do seu primeiro encontro com o chefe do executivo, Ulisses Correia e Silva.

José Maria Nves Informou que aproveitou a oportunidade para felicitar ao primeiro-ministro e Governo pela campanha de vacinação levada a cabo em todo o território nacional.

“Até ao final do ano podemos atingir toda a população e garantir a imunização que é “fundamental para a retoma da economia e, depois, fazermos a reconstrução do País, criar empregos, combater a pobreza e desigualdades e acelerar o ritmo de modernização do País”.

Para José Maria Neves, é “importante que todos se vacinem” para que Cabo Verde ganhe esta batalha contra a pandemia de covid-19.

Conforme afirmou, durante o encontro, foi informado pelo primeiro-ministro sobre alguns projectos do Governo no sentido da retoma da economia e do desenvolvimento de Cabo Verde.

Perguntado se não há ressentimentos depois da campanha eleitoral, Neves respondeu nesses termos: “A política não se faz com base em ressentimentos. Há um tempo para tudo. Há tempo para disputas e há um tempo para a busca de pontes e entendimentos e de consensos”.

“Cabo Verde pode contar comigo para garantir a estabilidade. Farei tudo que estiver ao meu alcance para garantir a estabilidade, política, institucional, social e farei tudo com muito equilíbrio e serenidade e grande responsabilidade no sentido de Cabo Verde retomar globalmente a normalidade pós pandemia”, apontou José Maria Neves.

Instado se não gostaria de ter Carlos Veiga, o seu maior adversário nessas eleições presidenciais, no Conselho da República, afirmou que, embora ainda não tenha discutido os diferentes cargos de nomeação presidencial, quer “contar com todos”.

“Espero poder contar com o apoio e a colaboração efectiva do Dr. Carlos Veiga nos próximos cinco anos desta Presidência”, admitiu o Presidente eleito que também, espera a colaboração dos outros candidatos.

“Espero imediatamente, após tomar posse, poder encontrar-me com o Dr. Carlos Veiga e com os outros candidatos para conversarmos sobre Cabo Verde”, acentuou José Maria Neves.

JMN revelou à imprensa que quer contar com todas as capacidade e competências, nas ilhas e na diáspora, “para que todos possam trabalhar por Cabo Verde”,

Reiterou, por outro lado, o seu propósito no sentido de “despartidarização da sociedade cabo-verdiana”.

Na sua perspectiva, independentemente de uma pessoa pertencer ao partido A ou B, desde que tenha capacidade e competência, mesmo não tendo partido político, deve ser amplamente mobilizada para os desafios que o País tem pela frente.

“Temos capacidades e competências em todos os partidos e em pessoas que não têm partido e é preciso trabalhar para que isso se realize da forma mais tranquila possível”, sublinhou, segundo ainda a Inforpress, prometendo fazer uma presidência com uma “grande leveza, grande liberdade de espírito e com a mobilização de todas e de todos para os desafios que Cabo Verde tem pela frente.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project