INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

"Prisão ou morte" para as djihadistas que deixaram a Europa pelo ’Califado’ 06 Maio 2019

As mulheres sobretudo vindas do estrangeiro — França, Tunísia, Suécia, Rússia… — para integrarem o Estado Islâmico no leste da Síria estão em campos de refugiados como o de Al-Hol, nas mãos das FDS- Forças Democráticas da Síria desde o início de março, semanas antes da queda do último bastião do ISIS na região.

Entrevistadas por órgãos da imprensa francesa e britânica, uma parte mostra-se contente por ter saído da região controlada pelo ISIS enquanto que a outra parte ou se sente prisioneira do inimigo ou se diz arrependida de ter traido a fé ao aceitar o refúgio.

A maioria, segundo disseram à reportagem da France 24 querem voltar à Europa, mesmo se as espera a prisão.

Mas os países (europeus) – a que as djihadistas viraram as costas para se juntarem ao ‘Califado’ — estão no embaraço perante o problema complexo que representam estas mulheres e os filhos. Devem levá-las a julgamento e mantê-las presas ou repatriá-las para responderem nos países onde cometeram os atos terroristas?
Fontes: Le Monde/France 24

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project