POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Projecto de ligação aérea entre Cabo Verde e Angola pode ter novidade no próximo semestre – líder parlamentar do MPLA 16 Junho 2022

O projecto de ligação aérea entre Cabo Verde e Angola pode ter novidade no segundo semestre deste ano, avançou hoje, na Cidade da Praia, o líder parlamentar do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), Virgílio Fontes Pereira.

Projecto de ligação aérea entre Cabo Verde e Angola pode ter novidade no próximo semestre – líder parlamentar do MPLA

O anúncio foi feito em declarações aos jornalistas, à saída uma visita de cortesia ao seu homólogo cabo-verdiano do Patido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), João Baptista Pereira, segundo revelou a Inforpress.

“Nós temos, do grupo parlamentar do MPLA, temos todo o interesse que esse projecto da ligação área entre Angola e Cabo Verde avance”, frisou o deputado, que para chegar ao arquipélago teve que fazer escala por Lisboa (Portugal).

“Portanto, da nossa parte vamos fazer força para que este projecto se concretize”, reforçou.

Segundo a mesma fonte, em relação ao encontro com o seu homólogo cabo-verdiano disse que os dois grupos parlamentares têm que acompanhar a dinâmica de “irmandade” existente entre Cabo Verde e Angola, informando que este encontro serviu para tratar de projectos políticos a serem implementados “seguramente”.

Por sua vez, o líder parlamentar do PAICV, João Baptista Pereira, disse que este encontro serviu para trocar impressões sobre as relações entre os dois grupos parlamentares no âmbito de um protocolo que está em vigor e “que se pretende renovar para ajustá-lo aos tempos modernos”.

“Os dois Chefes de Estados disseram que pretendem elevar a relação entre Cabo Verde e Angola a um patamar de parceria estratégica especial e nós como parlamentares devemos ajustar e afinar para ajudar que isso se concretize”, apontou.

Neste aspecto, avançou que ouviu do seu homólogo “boas novas” de Angola, uma vez que está a crescer a nível global e que no sector não petrolífero este ano cresceu na ordem dos 6,4 pontos percentuais.

“Isto é fundamental porque o crescimento de Angola tem tudo a ver com Cabo Verde (…) e tudo aquilo de bom que possa acontecer naquele país sempre favorece Cabo Verde e os cabo-verdianos”, notou o líder parlamentar do maior partido da oposição, concui a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project