ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Projeto Onco Cabo Verde com avaliação “muito positiva” - Logframe 17 Julho 2022

O Projeto Oncologia Cabo Verde, da Fundação Gulbenkian que vem trabalhando desde 2018 para melhorar os cuidados de saúde na área da oncologia no país, teve avaliação positiva pela consultora portuguesa Logframe ao projeto “Oncologia Cabo Verde”.

Projeto Onco Cabo Verde com avaliação “muito positiva” - Logframe

Segundo uma nota enviada à nossa redação, a introdução de novas práticas e procedimentos, a melhoria da capacidade de diagnóstico e o aumento do número e do tipo de cirurgias realizadas foram alguns dos principais resultados salientados na avaliação externa levada a cabo pela consultora portuguesa Logframe ao projeto “Oncologia Cabo Verde”.

Este projeto, que a Fundação Calouste Gulbenkian está a desenvolver com o Ministério da Saúde cabo-verdiano, decorre desde 2018 nos Hospitais Dr. Agostinho Neto, na Praia, e Dr. Baptista de Sousa, no Mindelo.

Esta avaliação, conforme a mesma nota, cujos resultados são considerados “muito positivos”, mostra um aumento de 80% das cirurgias oncológicas e de 18% das sessões de quimioterapia, bem como uma diminuição de 30% no número de evacuações de doentes para Portugal, entre 2017 e 2020.

Estes resultados, contribuíram ainda para a diminuição em 3% da taxa de mortalidade por cancro, entre 2018 e 2020, tendo a Coordenadora do Programa Nacional de Prevenção e Controlo das Doenças oncológicas, Carla Barbosa, salientado o seu impacto na melhoria do diagnóstico no cancro da mama e próstata.

A avaliação incidiu também sobre o efeito de algumas medidas no futuro desta área, relevando a criação de um registo oncológico no hospital Agostinho Neto, que se pretende que venha a ter um âmbito nacional, foi considerado um “passo importante para uma melhor avaliação da incidência dos diferentes tumores”.

Também, prossegue a nota, se perspetivam mudanças na área da formação e outras áreas, que possam beneficiar do mundo digital, porque, conforme adiantam, apesar de a pandemia pela COVID-19 ter afetado as atividades de formação inicialmente previstas, acabou por acelerar a adaptação da formação ao contexto digital.

De realçar que, o projeto “Oncologia Cabo Verde” está articulado com os eixos prioritários do Plano estratégico nacional de Cabo Verde para esta área e tem como objetivo contribuir para a melhoria dos cuidados de saúde na área da oncologia em Cabo Verde, através da atualização técnica e da melhoria do desempenho dos profissionais de saúde, dos procedimentos e de boas práticas nesta área.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project