REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Projeto da Universidade de Coimbra reforça a igualdade de género na investigação 07 Mar�o 2021

Um projeto da Universidade de Coimbra (UC), que visa reforçar a igualdade de género na investigação científica, acaba de receber o financiamento de 240 mil euros do programa Conciliação e Igualdade de Género no âmbito do EEA Grants - Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu.

 Projeto da Universidade de Coimbra reforça a igualdade de género na investigação

Designado por “GendER@UC - Gender-Equal Research”, este projeto, coordenado pelo Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra (IIIUC), reúne uma equipa multidisciplinar que, ao longo dos próximos três anos, vai desenvolver diversas atividades para responder à complexidade das desigualdades de género na investigação.

Segundo uma nota emitida ao Asemanaonline, entre as atividades previstas, destaca-se o mapeamento de políticas, procedimentos e práticas de igualdade de género em vigor nas unidades de investigação e desenvolvimento (I&D) da Universidade de Coimbra, por forma a identificar lacunas, estabelecer bases para melhorias e inovações e desenhar um plano de ação para este tema; a realização de ações de sensibilização para a necessidade de implementação de medidas de igualdade de género na prática da investigação, sessões sobre “Género e liderança para a excelência em investigação”; e a elaboração de um manual para a comunicação inclusiva na investigação da UC.

O projeto prevê igualmente, a promoção de ações de mentoria, alertando para desigualdades de género nas candidaturas de “alto risco, alto ganho” e motivando candidaturas de investigadoras da UC através de um acompanhamento próximo, bem como a realização de um bootcamp designado WomenResearchers@UC.

De acordo com a equipa do projeto, a partir de uma perspetiva interseccional, o GendER@UC pretende promover a igualdade de género na investigação científica, quer em termos de gestão do processo e carreira de investigação, removendo barreiras e incentivando a participação equilibrada de investigadoras e investigadores nas equipas, gestão de recursos, e tomada de decisões, promovendo um conhecimento mais inclusivo, representativo e socialmente relevante.

“O financiamento agora obtido, ao permitir promover e incentivar a integração da perspetiva de género nas equipas, nos processos e conteúdos de investigação científica na Universidade de Coimbra, vai certamente aumentar a qualidade e utilidade dos resultados científicos finais, e o seu impacto na sociedade”, refere Cláudia Cavadas, coordenadora do projeto e Vice Reitora da UC com o pelouro da investigação.

De salientar que o projeto GendER@UC é realizado em parceria com a Universidade da Islândia e o Centro de Estudos Sociais (CES). Além disso, conta com a colaboração da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), da AMONET-Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas e da cientista Jessica Cantlon, da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA.

“O programa Conciliação e Igualdade de Género é financiado pelo EEA Grants - Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu 2014-2021 e executado pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género”, diz a nota que vimos citando.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project