MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

"Putin será senhor do mundo, predisse Baba Vanga" Nostradamus balcânica 29 Mar�o 2022

Aterradora ou ridícula? A previsão da vidente cega Baba Vanga, de que Putin dominará o mundo faz manchete nos ‘media’ da referência: não têm dúvida em publicar esta segunda-feira a previsão nostradamiana de Putin a tornar-se “Senhor do Mundo”.

A predição é de 1979, em plena guerra-fria longe da perestroika que desestruturou, até à erradicação, o império soviético. A vidente cega Baba Vanga (Vangelia), a Nostradamus dos Balcãs, em entrevista enumerou uma série de acontecimentos de impacto mundial que iam ter lugar, como o “Onze de Setembro”, entre outros. Vários livros por académicos das áreas da neurologia e psiquiatria têm abordado o tema.

A camponesa nascida numa quinta da Macedónia (mapa) em 1911 tornou-se internacionalmente conhecida como vidente nos anos de 1960. Mas no antigo império jugoslavo a sua fama de vidente tinha-se consolidado e chegou ao tzar que a visitou. Na entrevista de 1979, Vangelia alega que desenvolveu o dom após perder a visão (durante uma tempestade de areia, como a da foto ao alto).

O seu prestígio de mística que era capaz de prever o futuro espantou não só as camadas populares. Também académicos se interessaram por ela: o mais destacado foi o professor de neurologia Georgi Lozanov (foto à d.ta, em baixo) que garantiu, ao fim de anos de estudo iniciado em 1960 sobre as profecias da vidente, que a sua capacidade de acertar atingia mais de 85%.

Sugestologia. A Universidade Nacional da Bulgária, em Sófia, não hesitou em autorizar o professor Georgi Lozanov a estabelecer o Instituto Nacional de Sugestologia, em 1966, que ao longo de décadas mediu a fiabilidade das profecias da mística búlgara.

A influência do professor Lozanov estendeu-se a vários países não só da esfera soviética.

Em mais de sessenta anos, a Sugestologia aplicada à psiquiatria e pedagogia — e que ganhou logo a atenção da academia austríaca — tem sido alvo de elogios e de críticas, desde a sua institucionalização no instituto sediado na capital búlgara.

Nostradamus médico/curandeiro, astrólogo/ vidente

O astrólogo do século XVII baseava-se em fontes literárias desde as bíblicas às greco-latinas, como vários exegetas (estudiosos de textos literários) indicam em mais de dois mil comentários publicados.

É neste contexto, de encontro de textos de origens várias, que se explicará o porque é que em mais de trezentos e cinquenta anos, As Profecias tiveram mais de duzentas edições. A sua extraordinária popularidade não pode ser dissociada da dos textos que lhe serviram de base, pois não?

Fontes académicas consideram que a persistência d’ As Profecias na cultura popular se deve em parte à imprecisão e ausência de datas. Assim, após cada grande evento dramático (as duas guerras mundiais, os bombardeamentos em Guernica, Hiroxima, etc.), cada um torna-se profecia reivindicável como a realização de mais um "presságio" do astrólogo Michel de Nostradame (latinizado Nostradamus).

Fontes: The Sun/Mirror Daily.co.uk/News.au/Sites especializados. Fotos: Vidente cega Baba Vanga. Putin. Georgi Lozanov. MLL

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project