INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Quénia: Linchado até à morte confesso assassino de 10 crianças —Detido suspeito do assassínio da campeã Agnes Tirop 17 Outubro 2021

O assassino confesso de dez crianças estava detido na cadeia de Nairobi. Mas foi morto em Bungoma, a 400 km da capital e perto da fronteira com o Uganda, sem que os seus guardiães expliquem como conseguiu ele evadir-se na última terça-feira. A polícia empreendeu uma ’caça ao homem’, mas já o encontrou cadáver: a multidão linchou-o até à morte na quinta-feira,14.

Quénia: Linchado até à morte confesso assassino de 10 crianças —Detido suspeito do assassínio da campeã Agnes Tirop

O indivíduo que confessou ser o serial-killer que, num período de cinco anos, tirou a vida a "mais de dez crianças", só rapazes, tinha apenas 20 anos. O seu primeiro assassínio, segundo confessou, vitimou um rapaz "quase da mesma idade" dele em 2016.

A mãe duma das vítimas disse ao Standard Newspaper que lamenta o linchamento que não permite fazer justiça: "Fiquei sem poder confrontá-lo em tribunal e saber porque é que ele fez o que fez com o meu filho e causou-nos tanta dor", disse Grace Adhiambo ao correspondente da BBC.

Em julho, a polícia descobriu quatro cadáveres em avançado estado de decomposição num descampado perto de Nairobi. O patologista confirmou que a causa das quatro mortes foi "estrangulamento e concussão cerebral" provocada por um objeto pesado.

A investigação levou até ao indivíduo, Masten Wanjala, que confessou ser o serial-killer que, num período de cinco anos, tirou a vida a pelo menos dez crianças, só rapazes. Fazia amizade com eles, drogava-os e depois "matava-os a pedrada".

"Vampiro"? Alguns títulos de imprensa internacional classificam-no como vampiro, que teria confessado ter bebido o sangue de algumas das vítimas. Mas a polícia de Nairobi não confirma: "ainda estamos no início da investigação".

Três agentes detidos. A indignação que a fuga provocou já levou à detenção de três dos guardas por suspeita de terem facilitado a fuga da cadeia onde o seria-killer estava há três meses, o que leva também a questionar o motivo para ele não ter sid apresentado a um juiz.

Detido suspeito do assassínio da campeã Agnes Tirop

A polícia queniana informou esta sexta-feira que conseguiu capturar o fugitivo Ibrahim Rotich, que era procurado como principal suspeito na morte da atleta campeã mundial de 10 km (Atletismo/óbito: Agnes Tirop, campeã do mundo corta-mato encontrada morta em casa, 11.out.).

O indivíduo que estava num relacionamento com Agnes, de 25 anos, foi detido na quinta-feira na cidade marítima de Mombasa. Mas antes disso tinha conseguido escapar ao cerco policial. "Na fuga, o seu veículo embateu contra um camião", explicou a polícia.

2 semanas de luto. A associação de atletismo do Quénia impôs aos atletas duas semanas de nojo, durante as quais "estão suspensas todas as atividades".

"Acabámos de perder um enorme talento. Ela era uma mulher extraordinária e comprometida com o atletismo", disse o antigo selecionador de atletismo do Quénia, Julius Yego ouvido pela BBC World.

...

Fontes: BBC/Reuters/... Foto (Reuters): A investigação policial a quatro mortes em Nairobi levou ao indivíduo de de 20 anos. Ele então confessou um total de dez mortes de rapazes de menor idade, num espaço de cinco anos. A sua morte por linchamento deixa muitas perguntas sem resposta.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project