INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Quirguistão dividido entre pró e contra Rússia — Estado de emergência à espera de novas eleições 15 Outubro 2020

As autoridades da República do Quirguistão acionaram o estado de emergência para os dias 9 a 19 e das 22 às 05 horas, não por causa da Covid mas devido a manifestações iniciadas na sexta-feira, 9, e que ontem (terça-feira, 13) invadiram os edifícios governamentais na capital, Bishkek, a pedir a saída do presidente pró-Rússia, Sooronbay Jeenbekov, e novas eleições.

Quirguistão dividido entre pró e contra Rússia — Estado de emergência à espera de novas eleições

Os protestos a contestar o resultado da eleição, que reconduziu o presidente Jeenbekov, recrudesceram ontem, na capital do país da ex-URSS que em 1991 se tornou independente.

O primeiro a demitir-se foi o primeiro-ministro. Diante do vácuo de poder, o parlamento indicou o político nacionalista Sadyr Zhaparov como novo primeiro-ministro.

Zhaparov — que foi condenado à prisão "por sequestro de um funcionário do governo em 2013" — faz parte do grupo de "vários políticos proeminentes que foram libertados ao longo dos últimos dias de manifestações.

A turbulência vivida no país centro-asiático, que em 1991 se tornou independente após colapso da União Soviética, explica-se também pela cobiça que as jazidas de gás e petróleo do Quirguistão tem acesa na Rússia de Putin.

Covid-19 no Quirguistão

A situação pandémica no Quirguistão — que até há pouco era a "única democracia na Ásia Central", segundo o jornal britânico The Economist, em agosto de 2018 — atingiu hoje o total de 50 201 pessoas (infetadas) e mil e cento e duas morreram.

Rara referência ao Quirguistão

Em junho de 2018, o novo embaixador russo na cidade da Praia, Vladimir Sokolenko, detalhou os ganhos do "importante projecto do governo de Putin para os cidadãos da Rússia, Bielorrússia, Cazaquistão, Arménia e Quirguistão. Trata-se da EURASEC/EurAsEC-União Económica Euro-Asiática intercontinental para "a integração económica e monetária na Eurásia no domínio da liberdade de circulação de pessoas, bens e serviços, capitais, trabalhadores, educação e turismo" (Estratégia da Rússia coincide com tarefas de desenvolvimento de Cabo Verde, 14.jun-018).

A participação da EURASEC na cimeira Rússia-África em 24 de Outubro de (2018), em Sochi, visou assinar um memorando de cooperação entre a EURASEC e a União Africana.

Os resultados esperados visavam em especial dar à "juventude africana novas oportunidades não apenas para aprender, mas também para o emprego subsequente", segundo o novel alto representante da Rússia e, Cabo Verde. "Isso é totalmente consistente com a estratégia de incorporar jovens cabo-verdianos em sistemas educacionais e socialmente garantidos dos países mais desenvolvidos do mundo", lembrou o embaixador Sokolenko.

Fontes: BBC/Le Courier Diplomatique. Fotos: Forças Armadas quirguizes protegem o palácio presidencial na terça-feira, 13. Sooronbay Jeenbekov e Vladimir Putin.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project