LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

R. Maurícia a braços com o "Escândalo Sobrinho-Fakim" — Presidente recua e desafia primeiro-ministro: "Não me demito e vou defender-me das calúnias" 15 Mar�o 2018

A presidente da República Maurícia, Ameenah Gurib-Fakim, anunciou, esta quarta-feira, 14, que afinal se mantém no cargo e que "rejeita toda a perspetiva de demissão". Avança que "está em vias de intentar uma ação na justiça para se defender contra todas as acusações caluniosas".

R. Maurícia a braços com o

Dois dias depois de concluídas as celebrações do 50º aniversário da independência da República Maurícia, que em 2015 se tornou Observador da CPLP, a presidente pronunciou-se sobre o anúncio feito na sexta-feira, 2, e entra num braço-de-ferro com o primeiro-ministro.

O primeiro-ministro Pravind Jugnauth tinha, no último final de semana, rejubilado com o que ele entendia ser a atitude correta de quem punha "o interesse do país primeiro".

Quase uma semana depois, o gabinete da presidente emite o comunicado que deita por terra as expectativas do primeiro-ministro que afirmara: "Sua Excelência a Presidente colocou o cargo à disposição e deixará as suas funções na devida altura", afirmou em Port Louis, o primeiro-ministro Pravind Jugnauth na sexta-feira, 2.

Os partidos da oposição bem pediram a saída imediata, antes da celebração desta segunda-feira, 12, mas a sua moção de censura foi derrubada pela maioria parlamentar.

A notícia desta quarta-feira revela mais um volte-face no "caso Sobrinho-Fakim" divulgado há quase duas semanas. No dia 2, os principais media do país publicaram provas comprometedoras sobre as compras pessoais da mais alta figura do Estado, feitas com um ’Visa Platinum’ cedido pelo milionário angolano Álvaro Sobrinho que preside ao PEI - Instituto do Planeta Terra.

PEI - Instituto do Planeta Terra, onde a presidente tem assento como cientista reconhecida a nível internacional

O PEI - Instituto do Planeta Terra, sediado em Londres desde a sua fundação em 2014, promete "tornar Angola no hub africano da investigação científica" que irá "promover o desenvolvimento da África Subsaariana".

A presidente das Maurícias e vice-chairman (vice-presidente) do PEI lançou em maio de 2016 um programa que visa formar investigadores africanos. O "Programa de Doutoramento Scholarship HE Ameenah Gurib-Fakim" foi anunciado como uma iniciativa do PEI e da Fundação Bill e Melinda Gates, em parceria com a Academia Africana de Ciências.

"O programa de doutoramento começará com 10 bolsas de investigação completas para pesquisadores nas Maurícias (ou investigadores africanos que estudam nas Maurícias)".

Em defesa de Ameenah Fakim, o PEI - Instituto do Planeta Terra em Londres emitiu no final de quarta-feira, 14, um comunicado de imprensa em que afirma que embora as despesas estejam em conformidade com o uso previsto do "Visa Premium", a presidente já reembolsou o dinheiro entregando-o à filial maurícia do PEI, reporta a BBC.

Fontes: L’Express.mu. Site do PEI. BBC. Relacionado: R. Maurícia: Presidente confirma que se demite, sob pressão de escândalo ligado ao ex-CEO do BES Angola, 12 março 2018

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project