LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Receitas da operadora de jogo Galaxy em Macau descem 52% no terceiro trimestre 11 Novembro 2022

A operadora de jogo Galaxy anunciou hoje (10/11) prejuízos no terceiro trimestre do ano, com as receitas líquidas a descerem 52% em termos anuais.

Receitas da operadora de jogo Galaxy em Macau descem 52% no terceiro trimestre

As receitas líquidas do grupo foram de dois mil milhões de dólares de Hong Kong (255 milhões de euros) no terceiro trimestre do ano, ou menos 52% em relação a igual período do ano passado, e menos 16% em relação ao trimestre anterior, de acordo com um comunicado da Galaxy.

No período em análise, o EBITDA (lucros antes de impostos, amortizações e depreciações) ajustado perdeu 581 milhões de dólares de Hong Kong (74 milhões de euros) contra 503 milhões (64 milhões de euros) em igual período de 2021, indicou.

Nos últimos 12 meses, o EBITDA ajustado foi de 653 milhões de dólares de Hong Kong (83 milhões de euros), o que representa uma quebra de 81% em termos anuais, referiu a mesma nota.

As restrições no território devido à covid-19 tiveram impacto no número de visitantes, receitas e nos lucros, afirmou o presidente do grupo, Lui Che Woo, no comunicado, reconhecendo que "potenciais novos surtos" da doença "podem ter um impacto no desempenho financeiro futuro".

As receitas do jogo em Macau atingiram, em outubro, o valor mais elevado desde fevereiro, 3,9 mil milhões de patacas (484,9 milhões de euros), mas caíram 10,7% em termos anuais, de acordo com os últimos dados oficiais.

Macau, o único local na China onde o jogo em casino é legal, viveu em junho e julho o pior surto de covid-19 desde o início da pandemia, o que levou as autoridades a decretarem um confinamento parcial, incluindo o encerramento dos casinos durante quase duas semanas.

As concessionárias em Macau têm acumulado desde 2020 prejuízos sem precedentes e o Governo tem sido obrigado a recorrer à reserva extraordinária para responder à crise, até porque cerca de 80% das receitas governamentais provêm dos impostos sobre o jogo.

No território operam três concessionárias, Sociedade de Jogos de Macau, Galaxy, Wynn, e três subconcessionárias, MGM, Venetian e Melco.

O grupo malaio Genting, que opera um casino em Singapura, e as atuais seis operadoras estão na corrida às seis licenças de exploração de jogos em casino, para um prazo máximo de dez anos, num concurso público lançado no final de julho.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project