ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Reforma do Estado com regionalização no centro das atenções: Praia acolhe conferência do IDP para debater sistema político e exercício da democracia 20 Abril 2018

A cidade da Praia acolhe, a partir desta sexta-feira,20, prolongando-se até sábado, no Hotel Oásis Atlântico, a conferência nacional sobre « O Sistema Político Cabo-verdiano e o Exercício da Democracia”. Promovido pelo Instituto para a Democracia e o Progresso (IDP), o fórum vai estar, no momento em que se debate a Regionalização de Cabo Verde, focado na Reforma do Estado, tendo no centro das atenções «a forma como pode ser restaurada a confiança em relação às instituições e aos partidos políticos».

Reforma do Estado com regionalização no centro das atenções: Praia acolhe conferência do IDP para debater sistema político e exercício da democracia

O evento vai contar com a particpçao de peritos nacionais e estrangeiros, consultores, autarcas, dirigentes políticos e deputados da nação.Tudo indica que o tema do fórum - dividido em vários paineis- é oportuno, tendo em vista a descredibilização dos partidos, dos políticos e das instituições da República. Uma situação que se agravou depois das últimas legislativas, face às promessas de «soluções para todos os problemas» do actual governo do MpD que não vêm sendo cumpridas - nem será possível que isso aconteça até ao final desta legislatura que vai até 2021.

Tendo em conta esta situação, o IDP, dirigido pelo antigo ministro de Desenvolvimento Rural e da Economia, Crescimento e Competitividade, contextualiza que a escolha do tema da conferência não surgiu por acaso. « O Instituto para a Democracia e o Progresso (IDP), organização não-governamental, que tem por fim contribuir para a promoção e o incentivo da formação democrática do povo de Cabo Verde, propõe-se realizar uma Conferência durante a qual se pretende analisar, segundo diversas dimensões, a participação política dos cidadãos e o processo democrático em Cabo Verde, nomeadamente as causas de raíz do desinteresse das populações e a forma como pode ser restaurada a confiança em relação às instituições e aos partidos políticos», justifica em comunicado João Pereira Silva

A mesma fonte fundamenta que diversos atores da sociedade afirmam cada vez com maior frequência que o atual sistema político não proporciona aos cidadãos suficientes espaços de participação na atividade de discutir, conceber e desenvolver a aplicação de medidas destinadas a resolver os principais problemas sentidos pelas comunidades ao nível local e nacional. Sublinha que tem-se questionado, cada vez com maior frequência, a eficiência e a legitimidade das instituições da democracia cabo-verdiana.

A pensar nisso, o IDP faz questão de realçar que pretende, através desta conferência nacional, buscar uma solução construtiva no tocante à reforma do Estado e organização administrativa do território cabo-verdiano. «Neste quadro, o IDP pretende participar na discussão e na busca de uma solução construtiva para a temática da Reforma do Estado e da organização política e administrativa do território nacional, trazendo para debate a problemática do papel dos partidos políticos, da dimensão e constituição dos órgãos eleitos, do seu funcionamento, da participação dos cidadãos no sufrágio, do modelo de sufrágio e das necessidades de sua adaptação», conclui João Pereira Silva.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project