INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Reino Unido-Israel: "Os valores judaicos são os mesmos dos Tories", diz Liz Truss —Provável próxima PM baralha estratos judaicos e função pública ’woke’ 15 Agosto 2022

A ministra dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido e a favorita na corrida a dois para líder do governo e do Partido Conservador, Mary Elizabeth Truss, agitou as águas esta semana com duas afirmações. Uma sobre sobre os judeus e os conservadores terem em comum "valores ligados à família e iniciativa empresarial privada". Outra sobre a Função Pública que acusa de manter uma "cultura woke" antissemita. Os primeiros a criticá-la foram os judeus progressistas britânicos indignados com "esta repetição de estereótipos sobre o povo judeu".

Reino Unido-Israel:

"Foi ofensivo o que disse Liz Truss" e "indicia antissemitismo", reagiu de imediato na sexta-feira a UJS-União dos Estudantes Judeus, A entidade afirmou a sua solidariedade com os que se sentirem ofendidos com o plano dos Tories de "proteger os judeus face ao arrepiante crescimento de antissemitismo e wokismo" de que o partido no poder acusa os funcionários públicos.

Dois sindicatos da Função Pública rejeitaram as acusações da ministra. Para Dave Penman, o secretário-geral do FDA, os comentários da ministra são "insultuosos e abomináveis".

Mike Clancy, secretário-geral do Prospect, outro sindicato da FP, condenou a falta de conhecimento que a ministra revela ao "falar sem apresentar provas factuais" do que se passa na Função Pública. "Se ela tem provas, tem de publicá-las", desafiou.


O que é antissemitismo

Joel Rosen, presidente da UJS-União dos Estudantes Judeus, diz que após ter recebido muitos protestos de muitos estudantes só lhe cabe exigir que a ministra retire "as afirmações ofensivas".

Prosseguiu: "Nós na UJS temos dedicado muito tempo a dar formação a estudantes e pessoal das universidades sobre o que é o antissemitismo".

Na mesma linha, a presidente da confederação de rabis, Laura Janner-Klausner, condenou a tentativa de Truss de "instrumentalizar o antissemitismo", de fazer mau uso do conceito "para atacar os funcionários públicos". Sobre estes, a rabi afirma: "Tenho muitíssima experiência positiva com a FP e garanto que são pessoas profundamente conscientes do que é o antissemitismo".

A líder religiosa que defende uma linha reformista no judaismo prossegue na sua crítica a Liz Truss: "É uma perspetiva tacanha essa de relacionar judeus e negócios. O que é que isso significa senão uma limitação das potencialidades dos judeus?"

Estratos. "Os judeus são uma multi-diversidade. Não posso aceitar que se defina os valores judaicos de modo tão estreito. A minha experiência como rabi mostrou-me que os judeus têm uma visão ampla do que é a família em todas as suas formas, não nesse sentido estrito de família nuclear".

Prossegiu: "Os judeus têm uma grande diversidade de procedências. Não estão limitados entre ser pelo Partido Trabalhista ou pelo Partido Conservador, porque somos diversos, somos simpáticos e somos antipáticos — como todo e qualquer outro cidadão do Reino Unido".

O que é "wokismo"

Sobre o "wokismo", voltaremos.

Fontes: SKy News/ Haaretz/

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project